sábado, 30 de abril de 2011

Estudo diz que gays podem se deixar de sentir desejos homossexuais e virar heterossexuais

Um polêmico estudo feito nos Estados Unidos concluiu que homossexuais podem virar heterossexuais. Bastaria ter força de vontade.

A conclusão da pesquisa contraria a já estabelecida opinião de que a orientação sexual é fixa.

A pesquisa foi feita com 200 pessoas, 143 homens e 57 mulheres, que disseram ter conseguido mudar sua orientação homossexual.

Eles responderam, em entrevistas de 45 minutos feitas pelo telefone, a 60 perguntas sobre desejo e comportamento sexual antes e depois da mudança.

Ex-gays

Entre os entrevistados, 66% dos homens e 44% das mulheres conseguiram completar o que chamaram de "uma mudança bem sucedida".

Eles descreveram o estado de suas vidas amorosas no último ano como equilibrado e sexualmente ativo.

A maioria disse ter usado mais de uma estratégia para mudar.

Quase a metade dos entrevistados disse que o método mais eficiente era contar com o auxílio de um profissional de saúde, geralmente um psicólogo.

Mentor sexual

Outros usaram livros e contaram com os conselhos de um "mentor heterossexual".

O psicólogo Douglas Haldeman, da Universidade de Washington, disse que o resultado do estudo não é convincente.

Ele disse que os participantes mostraram ter uma forte tendência religiosa e conservadora.

"Os participantes provavelmente acreditam que ser gay é errado e se sentiram pressionados a dizer que não eram mais homossexuais", disse Haldeman.

Ele disse que 43% dos participantes foram indicados por programas de ajuda a gays que querem mudar sua orientação sexual.

Outros 23% foram indicados pela Associação Nacional de Pesquisa e Terapia da Homossexualidade, cuja maioria dos membros considera o homossexualismo uma doença.

Os resultados da pesquisa serão apresentados por Robert Spitzer, professor de psiquiatria da Universidade de Columbia, nesta quarta-feira, no encontro da Associação Americana de Psiquiatria em Nova Orleans.


6 comentários:

Miron Fahiel disse...

Isto aconteceu comigo conto tudo aqui; http://experienciahomossexual.blogspot.com/

Anônimo disse...

Tenho 36 anos e deixei de ter desejos homosexuais, até hoje não acredito isso aconteceu, não me excito, exercitei isso dentro de mim e nunca mais voltei a sentir nada.

Anônimo disse...

É tão bom saber que existem pessoas lutando contra essa dificuldade também...
Sou N.B. e também luto contra isso. Sou cristão evagélico e sei bem das dificuldades que vocês, meus irmãos, enfrentam. É realmente muito difícil, ja passei por aconselhamento pastoral e Deus tem cuidado de mim levantando pessoas para andar comigo e lutar junto. Como já fo dito em algum comentário acima, o homossexualismo é um pecado como todos os outros. Não somos piores que aqueles que mentem, que roubam, que matam, que invejam, que cobiçam. Diante do Pai das Luzes, todos somos iguais, isto é, pecadores necessitados da graça, amor, perdão e misericórdia de Deus

Anônimo disse...

Boa noite,
Tenho sofrido diariamente com o homossexualismo. Não sou, mas meu marido sim. Nos conhecemos na infância, fomos grande amigos e em 2010 nos casamos. Ele se converteu aos 18 anos. Quando casamos ele estava com 21. eu nunca imaginei que ele fosse retroceder, ou coisa do tipo. Mas hoje 2 anos e 6 meses depois do nosso casamento, ele se separou de mim para ter um relacionamento homossexual com um cara do trabalho.
Sofro muito por isso. Todos me dizem pra eu desistir pois ele não tem jeito, mas eu sei o quanto a luta é grande e como é difícil. Eu vejo o quanto ele sofre, pois ele não gosta de ser assim, mas é mais forte do que ele.

paulo sousa disse...

Boa Noite,
Paulo, tenho 37 anos e desde de muido sempre senti atraçao por homens, por volta dos meus 21 anos comecei a ter relaçoes c/ sexo oposto, mas mantinha a atraçao pelo mesmo sexo, namorei com algumas raparigas onde mantinha boas relaçoes sexuais com elas, mas desde do meus 25 anos perdi a vontade de me envolver com mulheres, pois gostava da parte sexual mas nunca me apaixonei verdadeiramente por elas, como acontece com voces passei por sofrimento e muita solidao, nunca contei a amigos e familias, nunca tive tendencia pelo suicidio, tb devo dizer que o meus envolvimentos com homens nunca foram muitos, os ultimos 4 anos so tive uma relaçao de talvez de 1h, enfim , tenho um objetivo e libertar me e ser feliz. Já li muitos livros, com isso chego a conclusao que a homossexualidade não é uma escolha consciente mas sim uma escolha inconsciente, comencei entao a trabalhar neste sentido:
1º passo é sabermos o que queremos para a nossa vida, devemos nos focar s/ o que queremos e nao o que nao queremos (leia de atraçao), o seja voce tem de se focar que quer ser heterosexual e feliz e nao lutar contra a homsxlde, ao pensar na luta contra o desejo voce dá maior amplitude ao mesmo.
2º passo: mudar os comportamentos, libertei me de todos os sites gay ent sites pornos (gays), eu nunca fiz parte da vida social gay (bar, disco, sauna...), se for o seu caso entao aconselho a frequentar sitio com outros contornos, o seus habitos devem ser substituidos por sitios bem frequentados.
Devo dizer que assim que me libertei de todos os contactos, sites gays ..da net, diminui substencialmente o desejo, acreditem , para que o seu cerebro habitua se a novos habitos devem treinar no minimo durante 21 dias.
3ª pensamentos: Os pensamentos "somos aquilo que pensamos" acreditem nesse ditado, devemos minimizar os pensamentos da homosexualidade ao maximo, eles vao continuar a aparecer mas devem ser substituidos de imediato por outros pensamentos, (sempre que aparecerem), com o tempo eles vao deixar de se manifestarem com tanta intensidade ate serem erradicados da mente .
Obviamente isso nao é de um dia para o outro e deve ser feito subtilmente é como ir a ginasio temos que treinar para obter resulatdos. VAMOS REPROGRAMAR A MENTE!!
3º passo : deixar a preocupação, ela provoca ansiedade, tristesa, a preocupação significa ocupar se antes do tempo e devemos arranjar ocupação afim de evitar a preocupação sobre o assunto e deixar fluir. Pedimos a fonte: Deus , ao Universo... e deixamos fluir.
4º passo: mudar habitos alimentar ( alimentos saudaveis) e fazer desporto, libertar a endorfina ficamos mais feliz e bonitos, o corpo começa a mudar (desejamos sexualmente o corpo do mesmo sexo que gostaríamos de ter). FAÇAM DESPORTO!!
5º passo: pratica de reiki, ioga, taichi, ajuda a libertar a mente, é obtimo para a paz interior, voce ñ consegue trabalhar a mente e alcançar objectivo senao tiver paz interior.
Tento ler o livro que esta disponível na net : homossexualidade opção ou destino?
Devemos tambem perdoar o passado, a nossa familia e quem nos tratou mal, afim de libertar nos dos ressentimentos, magoas, raivas...
Os livros da Louise Hay são otimos para reprogramar a mente.
Evitar a solidão afim de não cair nos pensamentos indesejados.
Depois a varias tecnicas como as afirmaçoes positivas diarias, trabalhar o amor proprio, amar se para amar os outros,a auto confiança e autoestima. Fçam um trabalho interior, não e fora que vao encontrar a solução, sorrir para vida para vida nos sorrir e acreditar.
Senao fosse possivel mudar nem pensaríamos neste possibilidade.
ATITUDES, COMPORTAMENTOS E PENSAMENTOS POSITIVOS A TODOS!!!
Um Abraço a todos , coragem estamos a conseguir!

Anônimo disse...

Paulo,
Voce realmente nos brindou com suas palavras e metodo de encarar a situação.Observo que essa caminhada para deixar a homossexualidade acaba trazendo um grande beneficio a todos que resolvem lutar e superar suas dificuldades: a busca pela mente sã! Que maravilha. Observo que os cuidados e comportamentos do dia a dia que voce coloca como para superar seus problemas de homossexualismo, acabam sendo um manual para todo e qualquer problema do ser humano. Valeu.
Thiago