sexta-feira, 15 de junho de 2012

Tratamento para o homossexualismo

Afirma o psicólogo holandês, Gerard van Aardweg, que o homossexualismo pode ser tratado e ultrapassada, apoiando as suas afirmações em estudos clínicos. Afirmar que o homossexual não pode mudar é assumir uma atitude fatalista e desencorajadora, produto da falta de investigação séria sobre esta matéria.

 Van der Aardweg, num artigo publicado na Studi Cattolici dá conta de experiências bem sucedidas e portanto animadoras, mas silenciadas. 

Não é só o cidadão comum que olha para o homossexualismo com preconceitos; infelizmente muitos profissionais afinam pelo mesmo diapasão. Impera neste campo muita ignorância e a culpa é a falta de pessoas competentes que se debrucem a estudar, com seriedade e empenhamento, este assunto.

 Essa ignorância tem sido aproveitada para a emancipação dos homossexuais assumidos que pretendem impor coisas como: “o homossexualismo não é mais do que um aspecto normal da sexualidade humana”, ou “o pior problema é a discriminação social que vitima o homossexual”, ou “o homossexual nasce assim”. Esta última afirmação leva à conclusão falsa de que o homossexual não pode nem mudar nem curar. Esta afirmação neutraliza muitas tentativas de mudança e leva a que se inculque cada vez mais nas mentalidades que «o que não tem remédio, remediado está», fazendo aumentar, em flecha os comportamentos anômalos. 

As tentativas para descobrir a origem psíquica do homossexualismo já vêm do século passado e foi à psicanálise de Freud que aportou alguns progressos, que não se ficaram a dever às teorias de Freud, mas à convicção de que é nos anos da juventude que devem procurar-se as causas, bem como nas formas de relacionamento do indivíduo com os pais. Já nessa altura se considerava que no homossexual está, na maioria dos casos, implícita uma pessoa bloqueada, com uma sexualidade imatura e disfarçada na idade. Se Freud deu uma primeira achega para a compreensão do problema, foram os seus discípulos que foram mais longe. Um deles, Adler, foi o primeiro a estabelecer uma relação entre o homossexualismo e os complexos de inferioridade, face ao próprio sexo e que se manifestam como complexos de falta de virilidade. Estudos posteriores vieram dar razão a Adler, ainda que com algumas divergências. Onde há unanimidade é em considerar o homossexualismo como uma falta de identificação com o próprio sexo, ou seja, como “um problema de identidade sexual”. 

As conclusões de Adler levaram a terapias para estimular, no caso do homem a confiança viril em si mesmo, lutando contra a tendência de se alhear das atividades e interesses masculinos. Uma primeira terapia do homossexualismo deve ser procurar que um jovem se identifique, se é rapaz, com o pai, se é rapariga com a mãe, sem adotar para com o outro: mãe ou pai, respectivamente, uma atitude infantil e pouco amadurecida. O homossexual masculino ou feminino é uma pessoa que não viveu na juventude integrada em grupos do mesmo sexo. Essa pessoas ao sentirem-se inferiorizadas ou excluídas em atividades normais, buscam o afeto de pessoas do mesmo sexo. Está dado o primeiro passo e assim há quem afirme: “dentro do homossexual vive uma pobre criança que se absorve em desejos insatisfeitos”.  

As terapias são algo de complexo. O tratamento deve ir ao fundo porque a afetividade desordenada é apenas um aspecto. No homossexual há muita coisa que não chegou a amadurecer e ficou na fase do infantilismo: o egocentrismo, os receios infundados, os sentimentos de inferioridade, as manifestações egoístas na amizade e nas relações sociais, a procura de compensações infantis, a auto-compaixão, o procurar ser vítima e dar à sua vida uma cor de tragédia e sofrimento, etc.  Só nos tornamos adultos, homem ou mulher, quando cresce em nós a confiança, quando nos sentimos capazes de assumir responsabilidades. Nesta situação quer o homem, quer a mulher, estão em condições de sentir de modo consciente a atração pelo outro sexo. Estas tendências que podemos designar por heterossexuais também existem no homossexual, mas são bloqueadas pelos seus complexos. É aí, na luta contra estes complexos, que muitos homossexuais começam a ter desejos de se libertar e pouco a pouco as suas obsessões homossexuais diminuem ou desaparecem e nasce neles à alegria de viver ao mesmo tempo em que sentem um bem-estar até aí não  experimentado. Uns vão gradualmente e esporadicamente têm comportamentos homossexuais; outros tornam-se completamente heterossexuais, enamoram-se por uma pessoa do outro sexo e constituem uma família normal.  

Os homossexuais não precisam, nem querem compaixão, mas compreensão; não querem ser “os coitadinhos” da sociedade. Muitas vezes devem ser confrontados com a fragilidade da sua vontade e uma atitude radical pode ser benéfica. Uma mulher lésbica curou-se radicalmente quando entendeu com clareza o que alguém lhe disse em tom firme: “Continua a ser uma criança!”. Demorou anos a sua recuperação total, mas o seu processo de cura começou com aquelas palavras. Por razões como esta, a compaixão por eles deve ser banida, como banido deve ser o reconhecimento de que a sua situação é “normal”. Levar um homossexual a resignar-se com a sua situação é o pior que se lhe pode fazer se quer a sua recuperação. 

O caminho da verdadeira recuperação é difícil e por vezes não vai além da abstenção de relações sexuais e consequente melhoria na estabilidade comportamental, mas isso também acontece com outros tratamentos aonde não se chega à cura completa, sobretudo nos casos de fobias, neuroses, obsessões, etc. A falta de sucesso total não deve levar à desistência por parte do médico. Há muitas outras situações em que a cura não é completa e nem por isso o médico abandona o paciente – estou a pensar em tantas e tantas doenças chamadas crônicas.  Pactuar com o homossexualismo leva a uma progressiva insatisfação, a uma vida profundamente miserável e infeliz, mascarada de uma alegria ruidosa e aparente que bem observada é dramática. Quando vemos nos meios de comunicação social as suas festas, fica-nos uma sensação de angústia por ver aqueles homens ou mulheres prisioneiros da neurose sexual a caminho da sua destruição psíquica que desemboca, por vezes, no desespero.  

Discriminar o homossexual ou a lésbica – não, nem por sombra; são seres humanos que não querem compaixão, mas que devem ser respeitados na sua dignidade de pessoas. Querer, porém,  conferir-lhes os mesmos direitos, por exemplo em matéria de casamento, de direitos familiares ou de adoção não é aceitável. É muito mais útil fazer-lhes ver que a sua personalidade não está completamente desenvolvida, mas que podem, se quiserem, com vontade firme, chegar à normalidade. 


154 comentários:

Anônimo disse...

Conheci este blog há pouco tempo. É um dos pouquíssimos contra a apologia gay que não envolvem religião. Eu acredito em Deus e nada tenho contra quem não acredita, mas religião não tem NADA a ver com sexualidade.

O texto acima é um dos melhores que li neste site, o qual pretendo, a partir de hoje, ler e reler diariamente. Mas é tão difícil... A lavagem cerebral que a mídia faz, dizendo que ser gay é imutável, dificilmente não afeta. Sou professor e há um aluno (maior de idade) gay com o qual estou mais ou menos me envolvendo. Acho que vou conversar com ele em breve e acabar antes que o caso vá longe demais.

Acho que vou dizer que sou bi, de fato sou. Tenho fantasias com mulheres, o cheiro delas me atrai, mas minha terapeuta percebeu raiva em mim quando falo de mulheres, porque na minha infância fui humilhado diariamente pelos garotos e algumas garotas eu via como amigas por me defenderem, outras eu via como inacessíveis. O sexo masculino passou a ser mais fácil. Tenho vergonha de mim mesmo só de pensar nesse passado. Minhas experiências boas com mulheres foram muito poucas e nada recentes, mas lembro como gostei.

Voltando ao meu aluno, vou conversar sério com ele, dizer que tanto pela ética profissional quanto por minha sexualidade ser diferente da dele (mesmo que só um pouco, mas isso não vou dizer), é melhor deixarmos pra lá.

Eu penso em suicídio com muita frequência. Ano passado tentei com remédios, mas meu corpo é resistente e graças a Deus saí sem danos permanentes. Algumas pessoas que tomaram menos ficaram sequeladas para sempre... É ridículo eu pensar em suicídio de novo. Não vou fazer isso... Não quero...

Não sei onde encontrar um(a) terapeuta que me ajude a NÃO ser gay invés de dizer que tá tudo bem. Até os terapeutas estão com medo de se expressar, desde que a dra. Rosângela Justino foi tão agressivamente ameaçada por acreditar que ser gay é imaturidade sexual.

Com ou sem terapia, eu vou tentar. Agradeço aos que fizeram este site. Continuarei lendo. Espero conseguir recuperar minha heterossexualidade reprimida.

Anônimo disse...

Você conseguirá sim. Na verdade você pode estar em uma condição homossexual no momento, nada te impede de ser heterossexual. A ciência evoluiu tanto, e hoje vivemos num estado democrático de direito, e é um verdadeiro crime impedir que quem queira deixar a homossexualidade não o possa assim fazer, somos livres nas nossas escolhas e acho que devemos ter amparo médico e psicológico para isso.
Acredito também que ninguém nasça homossexual, isso acontece por fatores alheios, criação, traumas, etc.
A heterossexualidade é a natureza sexual de todos, foi para isso que fomos criados homem e mulher. Porém diante dos fatores vividos cada um, livre para escolher, segue ou para a homossexuliadade ou para a heterossexualidade, mas acho que no fundo todos são heteros, basta apenas buscar essa essência natural que Deus criou em todos nós.

Mesmo você não tendo religião, acredite em Deus, ele cura as feridas, ele te faz compreender, te perdoa, e você consegue o que quiser, se for da lei de Deus. Nada é impossível para Ele. Acredite, você pode e será heterossexual!

Anônimo disse...

Tive uma infância bastante conturbada tive algumas experiencias que me marcaram muito na infância fui molestado por vizinho nunca tive coragem de contar para ninguém mas isso me causou serios danos em minha vida, na escola sempre fui um garoto distante não me comunicava com ninguem tinha medo das outras pessoas, sinto atração sexual por homens mas nunca tive coragem de ficar com ninguém estou namorando uma garota a 8 anos vamos nos casar a amo mais que tudo mas sempre acabo caindo em tentação me masturbando vendo filmes e fotos gay me arrependo muito, quando adolecente pensei até em suicidio, temos uma vida sexual até ativa mas sempre me vem um insegurança e acabo não conseguindo e falhando mas graças a Deus ela é maravilhosa me entende,digo que é stress, mas com o casamento chegando me vem o medo de falhar de não conseguir ter uma vida sexual ou que ela pode me deixar mas não vou desistir , tudo que sempre sonhei foi ter uma familia ver meus filhos crescerem viver um casamento feliz envelhecermos juntos. com a fé em Deus sei que vencerei essa batalha.

Anônimo disse...

odeio ser gay, mas Infelismente ja tentei varias vezes gostar de Mulher mas nao consigo sentir nada por Elas. Sofri abuso sexual por dois tios meus isso me marcou pra sempre! Hoje tenho 22 anos, nunca transei com mulheres nem sinto vontade, tenho muito tesao por Homens, so trazei uma vez com homen quando tinha 19 anos, foi a unica. Mas vivo me masturbando assistindo pornografia gay na Net. Odeio ser assim, eu nao vivo em sociedade, sou do trabalho pra casa, tenho medo de sair com Meus amigos q sao todos heteros e eles me chamem pra ficar com alguma garota e eu recusa-la e eles descobrirem q sou gay. Odeio ser assim sofro muito com isso alguem me ajudem por favor. Vou acabr cometendo um suicidio. Pois penso nisso todos os dias.

Anônimo disse...

Sabe, a vida não é fácil, principalmente quando se trata de ser diferente da maioria. Mas não é interessante pensar em suicídio. A esperança de um futuro melhor deve sempre existir. Se não consegue sentir atração por mulheres, tente viver solteiro, mesmo que achem que vc seja assexuado. Ninguém tem nada a ver com sua vida. E se vc acredita em Deus, busque-O, pois a fé faz acontecer coisas inexplicáveis.

Anônimo disse...

Tenho 21anos e vivi isso é muito ruim e dificil tentar mudar um desejo tao forte como esse. Ate porque a vida de um homo nao é facil e linda como a tv e os filmes tentam nos fazer crer. Mas estou aqui pra contar pra voces que nao e impossivel e que aceitar a depressao que isso acaba trazendo so torna o processo mais dificil... E possivel mudar. Ver outros lados na vida, buscar alegria wm outra coisa, em detalhes simples da vida... Deixar um pouco de lado a obsessão sexual. Resistir fortemente contra voce mesmo pra mudar o que voce nao gosta. Se obrigue a nao ver filmes homos e se tocar isso faz a mente cada vez mais viciada em prazer homossexual, se cada vez que voce tiver um orgasmo estiver vendo um filme gay sua mente e cerebro vao relacionar apenas isso ao seu prazer..."Ah mas eu nao consigo,é mais forte que eu" isso nao existe, nao existe barreira quando a vontade e forte o bastante. Insistam e vençam, suicidio e fuga.. Sejam fortes.. Por voces mesmos,LUTEM! Vale a pena... E vivam um dia de cada vez, fica bem mais facil..parem de tentar e consigam. Eu convivo com o meu honossexualismo esta dentro de mim mas ceder a ele é escolha.hoje sou casada e tenho uma menina de cinco meses, e sou feliz... Mas porque eu decidi ser e todos os dias peço força a Deus e decido ser feliz denovo.. Acabem coma auto comiseraçao e o primeiro inimigo a ser vencido. Tenham força e fé

Angela Tiburcio disse...

Parabéns, Que Deus te abençoe muito. Também amei o site, pois estou tendo problemas com meu filho e também com amigos que amo muito e sei que estão se perdendo com este comportamento. A mídia e ultimamente as leis estão nos impedindo de ter opinião própria e principalmente estão nos prendendo, nos escravizando sem podermos ter real liberdade de expressão. Consegui perceber sua dor e vou orar por vc, pra Ele de dar força e que vc consiga atingir a "maturidade" através da busca que vc já vem fazendo. Parabéns por se expor mesmo anonimamente, pois assim como vc e outros estão justamente curando outros.

Anônimo disse...

Estou vivendo isso. Meus pais descobriram que eu ficava com meninos e comecei tratamento com o psicólogo. Disseram a eu tinha a escolha mas ameaçaram tirar tudo de mim, minha faculdade, tudo mesmo, estou lutando forte contra mim. Tenho medo de não conseguir, tenho 20 anos e sempre fiquei com meninos, fiquei com uma garota depois a eles descobriram, afim de provar pra mim se era gay ou não, mas não gostei muito, porém não desisti.

Anônimo disse...

Cara não faz besteira você vai conseguir, muitas coisas vem a sua mente dizendo que você não vai conseguir, mais Deus é a nossa garantia, nós vamos conseguir sim porque Deus é Deus, não faça nenhuma besteira, e eu vou orar por você e você vai conseguir no nome de Jesus!
Fica com Deus... precisar desabafar meu e-mail é: Higoor_Nascimento@hotmail.com

Anônimo disse...

Muito bom seu comentário. Ajudou bastante. Eu gostaria de estudar até onde vai o domínio do pensamento sobre nosso corpo. Eu creio que acima do nosso desejo, vontade, tem o que queremos para nossa vida, creio que nós temos o domínio sobre nosso corpo, mesmo que os pensamentos nos leve a crer que não. To nessa luta. Hoje por exemplo, está sendo um dia muito difícil, mas peço a Deus para que me de forças para mais esse dia. Por pouco eu me entregava a ver pornografia novamente,faz umas três semanas que estou no proposito de me manter limpo. Mas disse não. Pois eu escolho estar com Deus,porque é a melhor coisa a se fazer. A mídia passa uma boa imagem do ser gay, mas não é nada além de uma vida vazia, tentando preencher esse vazio de Deus, com outras coisas, o que nunca vai ser possível. abraço, perseverança a todos nós( enquanto escrevia isso, meu desejo em ver pornografia e sexo passou( vejo que sem isso eu continuo vivendo, mas quando me entrego, é como se eu estacionasse no tempo. Paz e força pra nós. Pois só quem vive é capaz de saber a dor que isso nos traz. Não desista, se você ainda não se livrou desse mal, é porque sua prova ainda não acabou. não tire sua vida, ela é um bem precioso, se você pode entregar ela ao diabo, porque não escolher viver para Deus, abrindo mão até mesmo do sexo de ambas partes. Porque morrer pro mundo e viver pra Deus é lucro, garanto que feliz você será. Abraço .
lucas-baiano221@hotmail.com

Mario disse...

Eu não consigo perceber porque cada uma das pessoas que escreve para o site se identificam como anônimos. Não deveriam se envergonhar das suas condições. Se estão triste por se tornarem homossexual é já é um indicativo de que querem deixar tal vida. E todos os que queremos deixar essa vida vamos passar por severas lutas e provações. Uma coisa é deixar de ter relações homossexuais, outra é deixar de ter desejos homossexuais e esta é a pior parte. Portanto se seu desejo deixar de sentir esses desejos sou sabedor de que terei de enfrentar conscientemente essas lutas e tentações. Então por que me esconder atrás de um ANONIMO. Meu e-mail é evangjose@hotmail.com, não sou anónimo.

Anônimo disse...

PRIMEIRAMENTE QUERIA DIZER O QUANTO É DIFICIL PASSAR POR ISSO TUDO ... SAO VARIAS SENSAÇOES AO MESMO TEMPO SABE, TEM DIAS QUE VOCE ESTÁ BEM E EXISTEM OUTROS QUE PARECE QUE VOCE VAI MORRER DA NECESSIDADE DE TER UM PRAZER HOMOSSEXUAL ...HOJE TENHO 18 ANOS E PASSO TODOS OS DIAS A LUTAR CONTRA ISSO ... NUNCA FIQUEI COM HOMENS , POREM FUI ASSEDIADO QUANDO ERA MAIS NOVO , E ISSO ME MARCOU DEMASIADAMENTE , POREM TENHO UMA NAMORADA E ELA ME FAZ MUITO BEM.JA TIVE EXPERIENCIAS COM MULHERES POREM FORAM UM POUCO DESAGRADAVEIS , NAO CONSEGUIA FAZER POIS ESTAVA BLOQUEADO PELO PENSAMENTO HOMOSSEXUAL ...MAS TIVERAM OPORTUNIDADES QUE O SEXO ROLOU NORMALMENTE ,TENHO DE VEZ EM QUANDO TENHO RECAIDAS E ACABO ASSISTINDO PORNOS ...DEPOIS DE ASSISTI-LOS ME SINTO TERRIVEL E PASSO A PERCEBER A CADA DIA O QUE REALMENTE VALE A PENA , TER DEUS NO CORAÇAO E VIVER COM ESPERANÇA ,POIS NADA É PARA SEMPRE E TENHO FÉ QUE ELE IRÁ JUNTAMENTE A MIM ME AFASTAR DO MALES DO MUNDO ... AFINAL : O HOMEM É O PRODUTO DE SEUS PENSAMENTOS ...

Anônimo disse...

É isso ai amigo, não desista! DEUS tem o melhor pra nós.

Anônimo disse...

Cara, existem grupos de pessoas que buscam a Deus e lutam contra o homossexualismo assim como você. Não sei onde você mora, mas em São Paulo existe os grupos "Filhos da Esperança" e "Identidade em Cristo". Mesmo sendo de outra cidade, tente entrar em contato com eles. Podem te indicar algum grupo perto de você.
Forte abraço.

Anônimo disse...

Tenho 14 anos (sei que sou muito nova ainda) e comecei a ter desejos homossexuais aos 13. Lutei contra esse lado desde entao, mas recentemente apareceu uma menina em minha vida. Ela tem 15 anos e acabamos nos envolvendo, mesmo que nao sexualmente foi intenso para mim. Ela me pediu em namoro e diz que nao é errado ser homossexual. Mas eu nao quero ser assim. Nao quero causar tristeza para minha familia e eu quero viver como alguem normal. Sem medo. Ela esta me confundindo muito, mas nao quero me afastar dela. Me sinto bem ao seu lado, mas quando ela vai embora me sinto pessima. Como se estivesse fazendo algo errado. Preciso de ajuda, nao sei o que fazer. Ela diz que nao é errado, mas EU nao quero ser assim.

Anônimo disse...

Vc não é o unico que está passando por isso,alem de sofrer com a mesma situação como vc aida tenho depressão e fobia social e meu Amigo só a Graça de Deus para me manter vivo do que me adianta me suicidar se vou passar a eternidade longe de Deus.

Anônimo disse...

Confie e busque cada vez mais, vc não nasceu assim, por algum motivo deparou com essa situação, eu creio num Deus do impossivel e se alegra quando nos colocamos na sua dependencia. Já li muito sobre o assunto e sei que não é facil...Fique longe de cada situação que vai te levar a fracassar, procure fazer um tratamento com um terapeuta, que trabalhe nessa com essa área (cristão) que te entenda e busque junto com vc e trabalhe a raiz do problema para que haja cura. No mais seja firme e determinado VC VAI CONSEGUIR!!!!

Anônimo disse...

Nao ta fácil pra mim. Ja tentei uma vez com uma garota e nao deu certo, FOI HORRIVEL, VERGONHO. A pior humilhacao da minha vida. Agora tem uma moça do meu trabalho me tentando e eu quero, so que tenho receio de falhar NOVAMENTE.

ESTOU SEM FORÇA, ODEIO ESSE DESEJO POR HOMENS.

Anônimo disse...

Serei mais um caso, em muitos do que lê hoje.
Acredito que o que sinto é uma obsessão, no momento fico predisposto a continuar, quando passa, vem a depressão, arrependimento e os piores pensamentos sobre minha deplorável condição. Foi importante ler depoimentos de ajuda, de força. Retomo neste momento meu pensamento que não quero isso pra minha vida, mas ainda preciso descobrir o "Como" ou "A cura", que deve estar dentro de mim.

Anônimo disse...

oi, tenho 17 anos as vezes me sinto tão confuso e vazio e acabo vendo pornografia gay, logo depois me sinto horrivel e raiva de mim mesmo.Não quero ser assim, preciso de DEUS pois sei que ele e minha unica cura, estou comentando porque me sinto triste com o que penso e sinto, isso me faz ficar muito confuso com relação à essa vida, espero que aqueles que lêem venham refletir sobre vida e buscarem a DEUS. Sem ele o que seria de nós?

Anônimo disse...

Não sou homo, mas, meu irmão mais novo de 16 anos (tenho 34), confessou a mim que é gay... disse-lhe que vou amá-lo incondicionalmente, mas, estou sofrendo porque não quero isso para a vida dele. Hoje a mídia faz parecer ser fácil e lindo a vida homossexual, mas, lendo os comentários apenas confirmei o que já sabia, é uma vida de sofrimento e angústia. Meu irmão já participou de igreja evangélica e já teve experiências com Deus, mas, hoje diz que Deus não existe, já lhe disse que Deus o ama de qualquer forma. Ele disse q ainda não teve nenhuma experiência com meninos, mas q tem certeza de sua orientação sexual. Ele é bem depressivo e pensa em suicídio direto, não sei como ajudá-lo porque ele não me disse q NÃO quer ser gay, eu é q quero propor a ele que tente deixar estes desejos de lado, por favor me ajudem... obrigada.

Anônimo disse...

Bom dia, em respeito a meu ente querido, serei ANONIMO. Sou uma pessoa de idade e a confissão de alguém muito proximo sobre homossexualidade é algo fora do contexto de qualquer ser humano que realmente ame aquele ser, que quer o melhor para ele.No principio voce fica confuso, e teme por sua propria imagem e destruição de seus proprios sonhos com relação ao ente querido. na sequencia, voce deixa de ser egoista atinge a perspectiva do proprio ente querido, vitima do homossexualismo:
" uma vida cã, triste, sem perspectivas de construir familia, filhos e tudo aquilo que um ser humano quer para sua Paz espiritual. A homossexualidade traz insegurança e tristeza, falta de horizonte, não porque a sociedade o rechaça, mas porque ele mesmo entende aquilo como anormal. Não era o que queria, mas o que vida lhe touxe. Como lidar com isso? Rechaçar e tentar saida ou aceitar e viver na homossexualide? "

Sabemos que ambos os caminhos são tristes. Viver a homossexualidade e seus efeitos, passando uma borracha na possibilidade de vida normal não é fácil, porém a mídia ativista gay colabora e apoia incessantemente nesse sentido, mostrando os beneficios da vida gay: se organizam de forma a dar inveja a qualquer empresa e contam com o apoio do Governo que cede parte de sua renda para ajudar a construir a ideia que homossexualide é normal e que a sociedade deve acolher sem preconceito tal fato. Revistas e programas de TV são editadas com depoimentos de quem vive a homossexualide e não há restrições às pessoas apoiando a prática. Também são editadas medidas legais em proteção patrimonial aos "casais gays" e também a lei permite a adoção de crinças por "casais gays", suprindo assim a necessidade básica de acasalamento entre homem e mulher para gerar um filho. Apoio legal, psicologico e lojistico á vida gay.Não existe lado ruim na vida homossexual, tudo é cor de rosa. às vezes concluo que ser homossexual é a solução para todos os problemas do ser humano. Seria como uma benção! A ideia construida é vivenciar plenamente o instinto sexual pelo mesmo sexo. Reviram-se as normas e conceitos plenos de vida como um todo para acomodar unicamente o instintoo sexual latente do homem puramente animal. Invertem-se os valores de familia colocando em primeiro plano o sexo. Prioriza-se o instinto à razão.
Porém, o outro lado esta à merce do nada!! Aqueles que não querem vivenciar a homossexualidade recebem como apoio a negligencia do Estado, a falta de apoio de psicologos que não podem ajuda-los sob pena de terem seu diploma cassado; a discriminação sutil da sociedade dita "normal", porque são "diferentes" e a discriminação ativa da sociedade gay porque não querem aderir a seus conceitos; participam esporadica e sorrateiramente de grupos de apoio porque esses grupos estão sob a lente da lei, caso "incorram em crime de preconceito contra homossexuais", os pulpitos religiosos se calam, pois não podem mais expressar abertamente sua contrariedade á homossexualidade.
Enfim, aqueles que sentem desejos homossexuais e não querem vivenciar isso para suas vidas, encontram-se abandonados a sua propria sorte !!

Quanta divergencia, quanta energia gasta, quanto dinheiro gasto, quantos enganos assumidos e quanta inverdade propagadas!! Mas é a verdade que aqueles que deixaram de lado a possibilidade de lutar resolveram seguir. Temos que respeitar seus principios e condições porque de fato a luta para nãa viver a homossexualidade é para Titâs e nem todos somos Titãs, devemos admitir.

Meu ente querido é meu filho e ganhou como brinde um HIV que irá consumi-lo em poucos anos.

Concluo que poderia meu filho ser um Titã, mas ele resolveu ser um perdedor. Não que a vida fora da homossexualidade seja uma maravilha, mas seus valores e conceitos valem a pena porque priorizam o ser humano como pessoa e não como simples instrumento de prazer sexual.
Um abraço a todos

Anônimo disse...

Agradeço, à este último texto postado 21 de outubro de 2012 11:35... não digo que foi uma solução para um problema que estou passando neste exato momento, mas as palavras foram de intenso conforto para este meu dia... foi muito bom ler essas suas palavras... agradeço!

Anônimo disse...

é horrível a idéia de ser homo,quero ser hétero mas não consigo,devido a um trauma de infancia,fui abusado...enfim,isso é um assunto mt doloroso pra mim,guardei isso por muito tp,hj 2 pessoas sabem da minha história,quero sair dessa vida,mas não consigo!!!!!((mas sei,vou conseguir,creio que Deus tem um a solução pro meu problema))

Anônimo disse...

Boa noite a todos. Sou o anônimo de 21 de outubro 11:35. Ao anônimo de 22 de outubro/12 23:27 digo : Fico feliz de poder conforta-lo um pouco em sua dor. Muitas pessoas me confortaram e ainda o fazem. Fazemos uma corrente de amor e nos ajudamos mutuamente. Isso é bom e realmente nos conforta. Ao anônimo de 27 de outubro/12 02:55 : Meu querido, Deus não tem solução para seu problema : DEUS é a solução! Aprendi que não se deve lutar para deixar a homossexualidade, mas sim ir aos poucos nos transformando internamente através do conhecimento da Palavra de Deus e seu grande poder transformador. Quando conseguimos nos transformar em pensamento, nossas ações acompanham! Mas também aprendi que a tranca de nossos corações esta do lado de dentro e somente nós podemos abri-la a Deus, Ele não entra sem nossa permissão. É um processo meu querido.. é um longo e paciente processo. E nesse processo vamos nos transformando de forma suave e firme. Fiquem em Paz!

Anônimo disse...

Assim como vocês, não quero ser gay, mas n consigo deixar isso! Preciso de ajuda pois sou muito infeliz. :(

afonso.mark disse...

Estou extremamente comovido com o relato de alguns corajosos que decidiram postar aqui suas dificuldades e fraquezas, pois esse é o grande tabu do ser humano. É muito difícil admitir ou reconhecer nossas fraquezas, e pedir ajuda é sempre uma das últimas opções. Mas percebo também que estão decididos a não desistir de lutar, por isso me lembrei de duas frases célebres: "Nas grandes batalhas da vida, o primeiro passo para a vitória é o desejo de vencer!" (Mahatma Gandhi) e outra muito importante: "A primeira e melhor vitória é conquistar a si mesmo." (Platão). Deus os abençoe e os fortaleçam para que vençam a si próprios. Estarei orando em vosso favor.

Anônimo disse...

sr. Anõnimo, seu filho não é nenhum perdedor. Ele pode ter errado, escorregado, ter sido teimoso, aos seus olhos, mas ele é um vitorioso como qualquer um de nós. É uma nova etapa a se viver. É uma luta constante. que prevalece o amor.

Meu nome é Carlos

Anônimo disse...

Olá tenho 25 anos e queria fazer um tratamento pois sei que nasci hetero
quando criança muito cedo as 6,7 anos me masturbava pensando em mulheres depois de se conhecer com os amigos no famoso troca-troca (aos 7,8 anos) lembro q fiquei no desejo de conhecer um ghordinho q nunca consegui nada com ele uma cena tmb q me marcou muito foi quando eu flagrei meu pai com um cara e outra vez q eu acordei com miha minha brigando com ele pelo msm ocorrido.eu hj tenho uma queda por homens gordos so e as vezes sinto atração por mulheres gordas tmb pesoas magras naum sinto atração alguma por favo pesso ajuda em que area de vo procurar um profissional.

por favor me respondão preciso muito de ajuda .

Anônimo disse...

SO DEUS TEM PODER DE MUDAR A VIDA DE UM HOMOSSEXUAL, POREM PRECISA A PESSOA QUERER E BUSCAR A DEUS DE TODO O CORAÇÃO E CLAMAR O SANGUE DE JESUS A HORA QUE VER A TENTAÇÃO CHEGANDO PERTO .

Izabelle Cristine disse...

Como vc mesmo disse q na sua infância vc foi molestado, isto quer dizer que vc reconhece os motivos, aconselharia a vc que procure um terapeuta que desenvolva com vc essas causas, esses traumas que ficaram em vc. E com a ajuda de Deus com certeza vc vai conseguir.

Izabelle Cristine disse...

Descobri esse blog, tô gostando muito.
Gostaria de contar sobre a minha história. É meio embaraçoso, mas já é um grande passo pra mim.
Desde de pequena sempre gostei de coisas de meninos, brinquedos, roupas, brincadeiras, cabelo curto, etc. As pessoas até chegavam a me confundir com menino. Eu não gostava de ser confundida, na escola sofri bastante sendo apelidada como "maria-joão", "menina-homem", etc. ainda mais por eu fazer judô. Com o judô eu passei a ganhar músculos e força e as pessoas a me olharem estranho.
Desde então sempre fui convicta a respeito da minha sexualidade, era hétero sem dúvida. Mas eu na verdade não me lembra em que momento específico aconteceu que meu primo que morava conosco, foi adotado como filho pela minha mãe, sempre me assediava, insinuava-se pra mim, mas eu nunca deixava ele me fazer nada, por toda crianção que recebi da minha mãe. Mas isso acontecia por diversas vezes. A mais recente deve ter acontecido há 3 anos.
- Mas isso meio que me deu um nojo daquilo, de homens, de ter relacionamento sexual com homens, mas me deu uma repugna tão grande...
Já tive namorado, 1 ano e 2 meses de namoro. Eu namorava com ele, gostava dele, mas sempre com atrações por meninas. E hj eu posso ver que terminei o nosso relacionamentos porque as coisas estavam "esquentando" pro nosso lado, e como eu não me vejo tendo relações sexuais assim... Foi aí que terminei (tinha até terminado com ele algumas vezes, por outros motivos, mas essa foi a vez q terminei decisivamente).

Me lembro de quando eu comecei a sentir atração meninos também comecei a sentir por meninas, mas eu nunca aceitei isso na minha cabeça, por ser errado.

Vinha lutando por todo esse tempo contra o bissexualismo até agora.. que a coisa piorou. Estou apaixonada por uma grande amiga minha que também é bi.

Não sei oq fazer, não quero pecar, mas não consigo não sentir isso.
- Ela pode sumir da minha vida que vou continuar sentindo atração por mulheres e me sinto péssima por isso.
- Não me sinto muito bem com o meu sexo e tenho muita vontade de mudar. Preciso muito da ajuda de Deus.
Gostaria de receber conselhos do pessoal aí. Estejam orando por mim.

Tenho 16 anos, criada no evangelho. E tenho absoluta certeza que isso é repugnante para Deus. E eu creio na absoluta libertação.
Abraço.

Anônimo disse...

Gente, eu tenho 18 anos e eu nao quero ser assim, eu tinha vontades de relaçoes hetero, mas a um tempo dormi com um amigo de 27 anos que tambem era hetero, e Acabamos tocando um ao outro e sempre quando tinhamos oportunidades dormiamos juntos, mas nunca tocamos no assunto. Ate que um dia acabamos tendo relacoes sexuais. E depois disso comecei a ter desejos pquelo m esmo sexo. E segue me atormentando preciso mudar isso me tratar pois quero ser hetero me casar. Mas agora tenho esse maldito habito de quere homens nao quero isso. Preciso mt de ajuda

Anônimo disse...

Tenho 14 anos e sou bi (NÃO SABEM O QUANTO É DIFÍCIL APENAS ESCREVER ISSO)
Eu sempre fui uma criança regeitada... sou nerd, gordo, baixo, infantil e por isso nunca me encaixei na sociedade. tento lutar contra meus desejos + é impossível e as vezes eu olho em volta e vejo que sou o único gay na cidade... estou sozinho...
Acho muito lindo um menino e uma menina namorando e é isso que eu quero pra mim.
Por fora sou um poço de alegria, divirto todos a minha volta + por dentro sou a pessoa mais infeliz do mundo.
Venho de família pobre, todos evangélicos e conservadores. Se contar a alguém sei que vão me matar (se não me empurrarem de uma escada vão me despezar e eu mesmo vou acaba me matando). Estou sozinho...
Eu tento mais é DIFÍCIL e acabo cedendo... Sempre imploro pra que deus me mate pq eu não consigo... Não sabem o quanto eu Torci por esse fim do mundo no dia 21...
Meu pai parece que me odeia... Minha mãe nunca está presente quando preciso... Realmente estou sozinho...

As coisas são como vidro... uma hora vão se estilhaçar por algo bobo e nunca mais vão voltar a ser como antes...

Minha vida é de vidro... E está começando a se estilhaçar...
Meus sonhos de ter uma família e deixar meus pais orgulhosos estão se estilhaçando...
Meu desejo de continuar está se estilhaçando...
Tenho fé que deus pode refazer até mesmo meu vidro estilhaçado... que ele me ajude porque só tenho ele agora...

Anônimo disse...

Boa noite
Tenho 17 anos e sofro com esse problema a um certo tempo,nao quero se gay, e estou lutando mas é muito difícil lutar contra os desejos homossexuais, porque é uma coisa que vem de dentro de você, um desejo incontrolável que simplesmente vem. Quando me masturbo vendo porno gay, eu não consigo parar, mas depois do ato eu me desprezo e me sinto um lixo, fraco e inútil, mas sei que eu vou conseguir lutar contra isso porque o meu Deus me fortalece, e está comigo em todos os momentos, eu prometi a mim mesmo que vou lutar contra isso, por toda a minha vida, eu nunca vou ceder a esses desejos e simplesmente perder, porque eu me considero um soldado, pois estou em guerra comigo mesmo, e como todo bom soldado eu nunca vou parar, eu posso sim cair, e eu caio na tentação muitas vezes, mas isso não quer dizer que eu não posso levantar, erguer minha cabeça e continuar tentando. Eu tendo não me sucumbir a tristeza, porque é horrível, e não vai me ajudar em nada, eu penso em mim como uma pessoa forte, e eu me encho de confiança, para continuar tentando me livrar desse fardo, e eu espero um dia conseguir e que todos que visitam esse blog tb, Deus é minha maior força, o seu amor me ajuda e me sustenta, e sei que p impossível vai acontecer porque eu creio e tenho fé.
Que Deus abençoe a todos

Anônimo disse...

Boa noite...gostei muito do blog,realmente e um sofrimento sem explicacao existem pessoas com problemas finaceiros e varios outros porem eu os reocaria para poder ser hete... Saber q nao poderei constituir uma familia.... Q logo estarei velho e nao terei pra qm deixar meus bens...nao terei filho pra buscar na escola e nao os tendo como comentar do trablho q as criancas dao com meus amigos q ja tem filhos...e o pios ficam os comentarios vai casa ou nao vai, olha tem aqla prima minha gostosa...meu penso em me matar varias vezes...ja cheguei a apanhar, pois um dia bebi alem da conta e passei a mao em um cara. Pior q meu irmao conhece o mesmo...peco a Deus q me de forcas pra vencer...
Gostei do comentario do rapaz ae em cima : melhor morrer para o sexo em vida e ter a eternidade junto a Deus Do q cometer suicidio e morrer para os dois. Grato

Anônimo disse...

Tenho 14 anos, e eu sei que eu so muito novo, mas desde os 13, eu comecei a me interessar por homens, o problema é que EU NÃO QUERO ISSO DE JEITO NENHUM, sempre tive medo de me expressar com alguem (o que é óbvio na sociedade atual), ninguem sabe disso! Sou gordo, feio, acontece que tenho amigos, amigas, mas tambem a maioria das pessoas me zoam ou me odeiam porque eu infelizmente tenho um jeito afeminado. E eu nao consigo de jeito nenhum não ser desse jeito! O QUE ME DEIXA MUITO NERVOSO, e nao quero mais ter esse jeitinho ridiculo, mas há um outro problema: minha voz, minha voz é fina, o que piora muito mais. Sempre tive meio que esse jeito, mas ano passado pra ca vem piorando! Fiquei com uma menina quando tinha 12 anos, e me lembro que nessa época eu era hetero, porque gostava de uma menina, na qual eu ainda gostava até ano passado! Em 2012, eu ainda gostava, mas MUITO, MUITO, MUITO menos do que antes! O que me deixa preocupado e isso se torne irreversível! Por favor me ajudem.

Roberto Junior disse...

"Calma pessoal" a uma cura como também a uma saída Jesus Cristo ele vai te fazer um milagre lê aí sei que e um pouco grande.
Vou lhes contar um testemunho resumido da minha vida.
Bom, eu tenho esse problema também "ainda", sinto atração por homens, mais isso não passa de um desejo carnal (desejo carnal significa: senti prazer, atração, vontade, desejo de coisas mali guinas como o homossexualismo, lesbianismo, pedofilia, pornografia, ou até suicídio).
Passei tempo demais alimentando minha carne, quanto meu espirito morria de fome, mais quando aceitei Jesus Cristo como meu único salvador comecei a "ver", ver sobrenatural de deus na minha vida. Primeiro comecei lendo a bíblia confesso que no começo achei chato, pra quem é novo convertido é chato ler a bíblia.
Certo dia comecei a ler ai eu falei pra deus isso e muito chato é um tal de gerano gerou sicrano que sicrano gerou gerano, mais aí deus falou assim pra mim: Filho é só me pedir que eu te darei, aí eu falei: mais o que senhor? e ele respondeu: te darei conhecimento, discernimento e sabedoria e muito mais do que você possa imaginar. Daí eu comecei a orar pedindo deus e até que ele me deu, tá aí fui pegar a bíblia mais uma vez pra ler, eu comecei a entender coisas que antes eu não sabia aí eu falei: deus como é que eu não li isso antes, cheguei querer a engolir, na verdade eu já estava com sede da palavra de deus, agora pegue isto para você, estou te dando um exemplo da minha vida.
Certo dia veio uma mulher na minha direção e começou a me entregar uma profecia (profecia é quando deus entrega algo através de um profeta)
e ali deus dizendo: não temas filho, eu estou contigo... mais até que deus através da mulher disse : você vai ser pastor.
Na orar eu rir que quando alguém me entrega uma profecia eu fico rindo mais quando cheguei em casa chorei(quando uma profecia e muito forte a gente chora porque ela relata algo do passado, presente e o futuro), então chorei muito no quarto, olha a mulher chega e fala que eu vou ser pastor sendo eu gay.
Conheço muitos pastores que são ex-homossexual e estão pregando o evangélio por aí, vou correr atrás do meu chamado mesmo que cedo ou tarde venham dificuldades pois pra se pastor você deve falar sobre sua benção para que alcança outras almas que estão desesperadas, mesmo que se levante inimigos, pessoas se afaste de mim nada disso vai me impedir de chega aos céus. Olha se este testemunho te tocou no seu coração, comece agora a resisti os desejos da carne, comece agora a deseja coisas boas e grandes para sua vida, muitas das vezes nós se olhamos no espelho e começamos a desejar mal para a gente mesmo, eu mesmo já fiz isso eu me olhava no espelho e dizia: eu sou uma aberração, não era pra mim ter nascido, já desejei morrer que foi quando tentei um suicídio tomei vários remédios pra morrer mais pela misericórdia do senhor eu estou vivo pra contar esse testemunho. Resumindo escolha Cristo para que você não caia em tentação dar um basta nisso, isso é coisa que o diabo coloca na nossa mente para conseguir nossa alma olha o diabo ele só veio pra matar, roubar e destruir mais deus veio nos dar vida com abundancia.
É tempo de plantar coisas boas, deus quer te usar de uma forma abundante aliais para onde vamos se só o senhor tem as palavras de vida eterna, amém. Estarei intercedendo por cada um que se encontra na mesma situação que a minha, não importa a sua localidade estarei orando por vocês.

Meu Email esta aberto para ajuda, ajudo tanto homossexuais, lésbicas, bissexuais comece a superar esse desafio me add aí:

junior8290rbt@hotmail.com abraços deus esta contigo.

Anônimo disse...

Parabéns para os desenvolvedores deste site. Corajoso, objetivo, técnico, enfim, trata-se de uma pouquíssimas fontes ainda não vetadas (censuradas?) pela opressão que alguns fazem em prol da causa gay.
Pergunto: e se alguém realmente não quiser ser gay e tentar livrar-se dessa condição por mais que muitos digam que isto não é possível? Por que não ajudá-lo disponibilizando conhecimento?

Anônimo disse...

Meu Depoimento.
Gostaria de cumprimentar a todos e dizer q sou mais um a procura de ajuda.
Sou um homem de 28 anos e conheci uma mulher maravilhosa com a qual tenho relacionamento. apesar disso, recentemente eu passei por momento difíceis na minha vida e me deixer levar pelo desejo homossexual. Me envolvi com muitos homens num curto intervalo de tempo e hoje eu sinto um arrependimento sem tamanho. Esse arrependimento se compara a uma dor sem precedente. Sinto dor pela perda da minha pureza e da minha dignidade. Eu preferia nunca ter feito isso na vida e desde então a minha vida se resume a sofrimento, arrependimento e desgosto.
A culpa por sentir q joguei fora a paz que eu tinha conquistado com muito esforço. Hoje a amargura dá lugar a momentos de felicidade. Este ano que passou poderia ter sido o melhor ano de minha vida, pois foram muitas conquistas profissionais. Contudo o meu lado pessoal foi para o buraco, me senti sozinho, desamparado e acabei me deixando levar pelo desejo. Vou me arrepender disso por todos os dias da minha vida.
Quando eu já estava decidido a parar, uma conhecido que é gay viu um rapaz que eu tinha conhecido sair da minha casa e passou a me ameaçar e revelar o que eu tinha feito. Realmente ele veio a revelar isso para algumas pessoas.Tenho medo que essas pessoas venham um dia a contar isso para minha parceira e acabar com a minha vida e a dela. Neste momento tudo se resume para mim a medo, arrependimento e tristeza. Depois do ocorrido, os sentimentos de morte voltaram a rondar a minha vida, de modo que eu não suportaria continuar vivendo se um dia toda esse passado obscuro que me ronda fosse revelado e machucasse as pessoas que estão a minha volta.

Eu preciso do perdão para continuar vivendo, preciso do perdão de Deus e do perdão das pessoas que prejudiquei com meus atos. Eu sei que Deus estã comigo, contudo não sei se minha parceira me perdoaria se um dia eu revelasse a traição. Não consigo viver sem o perdão da pessoa que eu mais amo nesse mundo.


Gostaria de postar o meu exemplo aqui para que vocês possam ver o quão ruim pode ser viver com esse estigma, viver no pecado e na mentira.
Se um dia algum de vocês encontrar um parceiro ou parceira de Deus, não desperdissem essa oportunidade de serem realmente felizes. Não façam como eu, não entrem nesse mar de sofrimento e de desgosto. Aprendam a valorizar a pessoa que Deus coloca diante de vocês e jamais deixem de estar perto delas e de Deus durante um minuto se quer.
Se um dia essa pessoa aparecer em suas vidas, percebam isso como um sinal de que Deus está do seu lado e que ele está dando a você a chance de ser feliz.
O meu passado foi muito sofrido, pois quando eu tinha oito anos, sofri abuso sexual por dois primos homossexuais mais velhos durante muito tempo. Foi um trauma muito grande q tem consequências na minha vida até hoje.
Eu preciso da ajuda de alguém que me compreenda.
Bruno (MSN correabru@hotmail.com)

Anônimo disse...

Boa Noite,
Infelizmente passo pelo mesmo problema. Tenho 21 anos e nunca fiquei com homens. Já fiquei com muitas meninas mas sei que tenho desejo por homens e isso me deixa muito triste. Sempre sonhei em poder construir uma família e ser feliz, e que meus pais fossem orgulhosos de mim.
Sempre que deito na cama fico pensando nisso e tento criar forças para combater isso e conseguir alcançar meus objetivos, mas não sei como sair dessa.
Muitas vezes penso como seria fácil acabar com minha vida, pois estou sem saída. Mas sei que se nos foi posto esse problema, é porque somos capazes de nos livrar dele. Não podemos desistir nunca de conseguir nossos sonhos, se estamos neste mundo é porque temos algum objetivo aqui.
Espero que eu e todos consigamos nos livrar disso e ser felizes apesar de nossos problemas.
Abraço

Anônimo disse...

E eu pensava que estava só no mundo. Mesmo depois de ter lido tanta coisa triste há uma esperança que eu pensei que ninguém mais tinha. Essa esperança é Deus. A nossa época quer nos convencer que Deus não existe justamente para que nós nos entreguemos ao pior que podemos ser. Eu tenho 25 anos e também tenho desejos homossexuais. A lembrança que eu tenho é que uma vez um primo meu quis que eu fizesse sexo com ele. Eu acho que eu tinha uns 12 anos. Eu sabia que aquilo era errado e não fiz nada. Eu sou virgem por inteiro, nunca beijei nem transei. Eu decidi o seguinte: se eu não sinto atração por mulheres então o sexo não foi feito para mim. Mas companheiros, o que me faz ter determinação nisso tudo? É só a fé em Deus! Nada pode nos dar força para levantar senão Deus. Mas não adianta ficar só nas palavras. Nós temos que fortalecer nossa fé com atitudes. Cada vez que resistimos à tentação nós nos tornamos maiores e mais fortes. Todos nós aqui somos irmãos e o que eu quero que vocês entendam é que, de fato, existe um Deus. E se existe um Deus onipotente, tudo mais para nós já está ganho. Esse Deus tirou tudo do nada, esse Deus criou a imensidão do Universo, esse Deus mandou seu Filho para nos alertar sobre as realidades eternas. Esse Deus que fez tudo isso certamente pode nos salvar daquilo que de mais podre existe em nós. Eu só não concordo quando alguns dizem que esse assunto não envolve religião. Ora, é claro que envolve. Eu tenho certeza que aqui todos falam em Deus baseando-se naquilo que a Bíblia fala sobre Deus. Se é dessa forma, então o Deus do qual estamos falando aqui é o Deus revelado por Jesus Cristo. Não há como se falar em Deus sem remissão a alguma religião porque é a religião que fala sobre Deus. Vocês entendem? Dizer que esse assunto tem a ver com religião não é uma forma de tratar as coisas de forma preconceituosa. É a religião que nos ajuda a superar esse obstáculo. Eu tenho estudado sobre isso durante muitos anos. Irmãos, o único Deus que veio ao nosso socorro foi Jesus Cristo, que foi Deus e homem ao mesmo tempo. É por isso que Jesus sabe das nossas fraquezas. Jesus soube o que é ser humano. Se nós de fato acreditarmos em Deus e em sua presença nós teremos força. Foi assim comigo. Eu senti Deus e quando você sente Deus você tem a certeza que esta vida não é nada perto daquilo que Deus nos promete. Irmãos, essa vida vai acabar graças a Deus. Acabando essa vida, terminam os nossos sofrimentos. Eles dizem para mim: “aproveita tua vida, você é jovem e bonito”. Irmãos, tudo isso passa e daqui a poucos anos nós seremos velhos e decrépitos. Vamos fazer como o apóstolo Paulo e levar todo o nosso entendimento cativo para Cristo. Vamos sair dessa nossa escravidão que é o homossexualismo. Vocês sabem o que é o nosso corpo? É um barco sem rumo e imperfeito que só funciona bem se for conduzido por Cristo. Nós vivemos como ninguém uma luta entre o corpo e alma. O corpo quer este mundo e a alma quer Deus. O corpo nos escraviza e a alma quer nos libertar. Portanto, vamos deixar a alma conduzir o nosso corpo, e não o contrário. Se alguém puder, leia “As confissões” de Santo Agostinho. Esse livro foi muito importante para mim. Eu fui muito ajudado por cada um de vocês. Eu espero ter ajudado alguém. Que bom que eu não estou só. Que bom que eu sou um membro deste exército que luta, que sabe que é escravo, mas que procura a liberdade. Foi Deus que nos deu o livre-arbítrio e com certeza é ele o mais sábio para conduzi-lo.

Anônimo disse...

Obrigado pelas palavras de conforto Carlos. tenho que admitir que concordo com voce, pois hoje ele carrega uma carga desnecessaria em sua vida, mas continua lutando pela vida. O amor prevalece Carlos, mas encontra-se bastante machucado e repleto de sequelas. O tempo vai curar, mas é natural os pais sofrerem em verificar uma vida tão dificil a seus filhos. Sabe aquelas reflexões de vida onde voce para e pensa que sua estoria de vida poderia ser diferente se voce não tivesse escorreado... Um abraço

Anônimo disse...

Deus pode todas as coisas , ele é o DEUS do impossivel é assim que nos o conhecemos ,ele só faz aquilo que nós não somos capaz de fazer . vc esta fazendo sua parte peça a ele para curar as feridas do passado , para que ele purificar sua mente que vc quer ter uma mente renovada pelo ESPIRITO SANTO !

Anônimo disse...

Boa tarde, pessoal!
Pela primeira vez pude compartilhar de sentimentos, sofrimentos e relatos tão parecidos com os meus. Há anos venho lutando com os desejos homossexuais... Sempre procurei não acreditar neles, mas os impulsos as vezes vem. Gostaria de ser curado, libertado, renovado, lavado,sei lá! Que verdadeiramente um milagre acontecesse em minha vida. Eu ainda não consegui entender o motivo desse meu problema, pois tive uma infância muito feliz, aparentemente normal e cristã. Como muitos acima, espero em Deus a minha cura e o meu maior sonho é um dia poder construir uma família, ser pai. Eu optei por ser só. Não é fácil, mas é o que me faz sentir confortável no mundo. O que me preocupa é o fato de não ter alguém próximo pra poder compartilhar das coisas. Por causa desse problema, nunca pude conquistar uma amizade sincera com qualquer pessoa. Meu único amigo de verdade é Deus. Com Ele desabafo, choro, peço perdão e cura. Ainda não aconteceu, mesmo quando acho que chegou, percebo que os impulsos ainda estão lá dentro, no mais escuro canto da minha alma...É pessoal! É triste, mas não podemos desanimar. Um dia eu vou sair dessa e olharei para trás e sentirei orgulho da batalha. Forte abraço e fiquem com Deus!!!

Anônimo disse...

Ola pessoal,meu nome é Gabriel,sou adolescente,muito novo,luto contra meu maldito pscicologico,eu era hetero,gostava de mulheres,mas no final de 2011 eu acabei caindo na tentação de ver um vídeo pornografico de travestis,eu assisti alguns em um periodo de 6 meses,mas decidi parar,eu naquela epoca só tinha atração por travestis e mulheres,mas em outubro de 2012 eu botei na minha cabeça que era gay,não sei porque,eu fui muito burro,dai em diante tive várias recaidas,e comecei a sentir atração por homens,no final de outubro tentei me reprimir,consegui por 2 semanas,mas cai na tentação de novo,foi horrivel,comecei a sentir atração até pela voz de homens,mas decidi lutar firme,desde o dia 31 de novembro de 2012,venho lutado contra esse desejo,eu hoje depois de 2 meses e meio de luta,me sinto muito melhor,já começo a achar que não tenho mais desejos homosexuais,pois não fico mais atraído por homens,porém o meu subcosciente me prega peças,é como se tivesse alguém sempre me falando que sou gay,e por isso sempre penso que sou,uma coisa que me encomoda muito,é que as vezes so de olhar para algum outro homem na rua,já penso que sou gay pelo ato,e o meu subcociente,me trouxe neste periodo de luta um sonho um pouco homosexual,eu estava em um ponto de onibus,quando chegou um garoto baixinho,e como num menu de opções havia varias coisas para se fazer,do nada eu começo a alisar ele,e depois a encocha-lo,o sonho era bem lucido,mas em poucos segundos eu acordei,e agradecia deus por ser apenas um sonho!Eu também sempre acho que sou afeminado,apesar de sempre ter tido jeito de homem,ninguem nunca falou nada a respeito do meu jeito,porém o meu subcociente de novo,fica me martelando dizendo que sou afeminado,e quando alguém me olha,eu já penso que essa pessoa está achando que sou gay!Eu antigamente tinha muitra atração por mulheres,mas depois disto tudo fui perdendo-a,mas hoje depois de um tempo de luta,estou recuperando-a aos poucos,creio em deus e jesus cristo,sinto a presença deles na minha vida,mas eu sinto que tudo que eu preciso é uma namorada,eu tive apenas 1 em minha vida,e quando eu ficava com ela era incrivel,porém eu sou muito timido e nao consigo me relacionar,mas eu estou ai na luta,espero um dia viver normalemnte,e com desejos 100% heteros de novo,acredito eu que a causa do meu desvio,foram a pornografia de travestis,e a falta de um perfil paterno em minha familia!
Eu digo a todos que estão lutando contra este desejo,não desistam,tenham fé,independente de sua religiao,lutem!Este desejo não veio conosco,não se deixem levar pelas influencias da midia e ativistas gays,nos somos o que queremos!Frequentemento eu irei postando os avanços da minha luta aqui nos comentarios!
Muito obrigado aos criadores deste site,vocês estão me ajudando muito,mesmo eu não sendo evangelico,concordo com muitos pontos de vista de voces!

Anônimo disse...

Bem tenho entrado no seu blog a muito tempo, sou homossexual desde sempre tento mudar e não consigo, e isso me deixa agonizado nunca namorei nem com mulheres nem homens preferi me abster... Mas fico muito chateado porque gostaria de firmar um relacionamento sabe?! ter uma namorada, amigos. Minha estratégia foi me tornar um monstro e dizer que odeio todos na tentativa de disfarçar essa diferença étnica. Por que Deus faz isso comigo!?! Estou muito triste e do fundo do meu coração peço que intercedam por mim, precisava muito desabafar e queria alguém que pudesse estar intercedendo a Deus por mim nesta mudança pois acredito que minhas orações não devem estar chegando ao trono de glória do Senhor (frequento uma igreja, mas lá não tenho coragem de pedir a alguém pra me ajudar ou desabafar)
atc

Anônimo disse...

Eu queria dizer para o último amigo que postou um comentário (dia 17/02/2013)que ele não é um mostro. Ele não é um monstro porque eu ajo exatamente como ele e não sou um monstro. Tal como ele, eu sou ser humano, falível, corruptível e frágil. Em certo sentido, a homossexualidade só tem me aproximado de Deus. Talvez se eu fosse como os outros homens Deus seria para mim apenas uma ficção ou um fantasma. Eu sou homossexual, mas sou livre para escolher viver ou não viver a homossexualidade. A minha decisão foi não vivê-la. E o que justifica essa escolha é o fato de esta vida ser apenas um instante se comparado à eternidade da vida após a morte. É difícil minha vida, mas eu sei que há uma outra em que nada disso irá me atormentar. A minha verdadeira vida com certeza não é essa. Eu quero uma vida plena e só quem pode me dar essa vida é Deus. De todos os homens, só um me atrai. Eu quero estar com ele, eu quero abraçá-lo, eu quero admirar a beleza dele e eu quero senti-lo. Esse homem é Jesus. Sim, eu sou homossexual e de todos os homens o que mais me atraiu foi Jesus. Foi Ele que demonstrou amor por mim ao morrer na cruz, é a palavra Dele que me anima quando eu estou triste e é Ele que me acompanha na minha solidão. Só um homem me fez uma promessa de amor e vida eterna. É por isso que Jesus me seduz. Foi por isso que eu decidi levar todo o meu entendimento cativo para Cristo. Eu conheci Cristo através de uma senhora que já tem mais de 2 mil anos de idade. Essa senhora me acolhe como nenhuma outra mulher e é com ela que eu quero me casar. Essa senhora é a Igreja. Não sei se alguém escutará o meu conselho. Eu acho que aqueles que são homossexuais e virgens como eu, a melhor alternativa é manterem-se virgens. Eu tenho a impressão que depois da primeira vez é difícil suportar. Aos que já tiveram a primeira vez eu desejo força e perseverança nessa luta. Só sei que para nenhum de nós é fácil. Mas amigos, se Deus é por nós, quem será contra nós? Essa é a luta mais difícil: lutar contra nós mesmos. Eu travo essa luta há 25 anos e que Deus me ajude a morrer lutando. Nem a minha vida eu posso tirar porque ela não me pertence, ela pertence a Deus. Só Deus transforma nossa fraqueza em fortaleza e só Deus nos libertará dessa escravidão. Um abraço a todos.

Anônimo disse...

Saiba que é possivel deixar de sentir atração pelo mesmo sexo, mas só se você quiser. Se você acertar que é gay, mesmo que não pratique, nunca saira dessa condição.

Anônimo disse...

Sim, eu concordo plenamente com você. Mas para superar um estado é preciso que antes você aceite que se encontra nele. É justamente porque eu não aceito a minha condição que eu luto contra ela. Não sou um conformado; sou um lutador tentando me livrar das amarras da escravidão. E veja que eu me digo escravo sem nunca ter estado com ninguém. Todos os seres humanos têm fraquezas e essa é a nossa. Você tem que entender que eu não posso superar a homossexualidade sem antes compreender que eu sou um homossexual. Não faz sentido eu lutar contra uma coisa que eu não sou. É porque eu sou homossexual que eu luto contra isso. Em nenhum momento eu aceitei que eu sou gay. Por isso eu me rebelei contra mim mesmo e contra todos os meus instintos. A ênfase que eu quero dar é em Deus. Se não for por Deus, não temos de onde tirar forças.

Anônimo disse...

Madrugada e estou eu aqui trancado no banheiro com vergonha de olhar no propio espelho, vc ja pensou que a sua inda pra este mundo foi uma obra do engano?tipo assim seus pais esqueceram da protecao no dia e dai a gravidez..., sei que pra muitos isso parece um drama mas pra quem sente na pele isso nao e nem o comeco, vivo com meus pais e mais 3 irmaos Homens, e sempre quando rola assunto sobre homossexualismo me sinto envergonhado pq no sub_conciente deles talvez ja saibam, pensa comigo tenho 23 anos nunca namorei e nen siquer fiquei con uma garota, dizem que o homossexualismo nao e genetico mas desde que me conheco por gente tenho desejos por homem, sabe aquela pessoa que faz tdo certo, tipo frequento uma igreja seriamente desdo meus 11 anos com 13 me batizei e desde de la minhas desculpas pra nao ter um relacionamento saudavel se esconde por traz disto.Eu nunca contei isso a ninguem, me doi pensar que minha velhice sera sozinha, ou nao poder ter filhos, nao andar de maos dadas com uma garota numa tarde de domingo, ou saber o verdadeiro sentimento que um homen sente por uma mulher, mesmo que nao haja cura para isso nunca vou me entregar a nenhum homem, como tenho tanta certeza disto?ao mesmo tempo que me sinto atraido tambem sinto nojo, acredite em mim moro com 4 homens hetero em casa e nao a nada tao nojento...mas enfim a frase que me tem sustentado neste tempo foi proferida por um pastor muito respeitado aqui em Campinas ele disse"nao existe amor entre homens" em uma de suas pregacoes, acho que tdos sabem que Campinas e conhecida como a cidade dos homossexuais por isso a pregacao em tempos de carnaval.Me perdoem pelo desabafo, e peco se alguem soiber de alguma clinica, pscicologo ou ordem religiosa que possa me ajydar postem,aqui neste blog o endereco obrigado e fiquem com Deus!

Anônimo disse...

Amigo, você tem 23 e eu tenho 25 anos. Acontece comigo da mesmíssima maneira que acontece com você. Me parece que a única diferença é que você é protestante e eu sou católico. As vezes penso como você. Penso que vou envelhecer sozinho com a minha dor. Também nunca namorei e estou só com Deus. Você pediu uma ajuda. Bem, uma grande ajuda é pensar que esta vida não é eterna. Não sei se você já ouviu falar de C. S. Lewis. Ele diz que com o pecado original o nosso corpo se tornou uma máquina imperfeita. O nosso dever é mostrar para Deus que nós conseguimos governar essa máquina com sabedoria e fé. Eu sei que é difícil porque eu experimento a mesma coisa que você. Mas você tem que pensar que Deus está olhando para a nossa dor. Deus observa a nossa resistência. Você me entende? Chegará o dia em que tudo isso será passado. A dor é imensa, mas ela passa como tudo na vida. Antes eu me entristecia muito pelo fato de não gostar de mulheres. Hoje a fé alterou a minha forma de pensar. Se eu não gosto de mulher, então isso é um sinal para outras coisas, para coisas mais altas. Você deve saber que o próprio apóstolo Paulo disse que o melhor estado do ser humano é a virgindade porque só assim nós temos tempo integral para Deus. Então você pode pensar que está sim enamorado de um homem, mas que esse homem é Cristo. Você está vendo? O amor entre dois homens é possível sim. Você é homem e Cristo é homem, não obstante o amor é verdadeiro e mútuo. Você pediu notícia sobre uma clínica, psicólogo ou ordem religiosa. Sabe, o meu refúgio são os livros, sobretudo a Bíblia. O Novo Testamento é uma ajuda sem igual. Tem um livro muito legal de C. S. Lewis que trata do sofrimento. Não sei exatamente o título, mas você pode encontrar o livro na internet só colocando o nome do autor e a palavra "sofrimento". Queria poder te ajudar mais e também ser ajudado por você. Mas pense assim: no fim, o destino é o mesmo para todos. A vida de todos nós termina com a morte. O que importa são as escolhas e os caminhos que tomamos na vida. Nós recusamos o homossexualismo. Recusar os instintos do corpo em nome de Deus é uma prova imensa da nossa fidelidade ao Altíssimo. Um abraço!

Anônimo disse...

gente eu não sou gay assumido,mas sinto desejos por outros homens,oque eu naum sinto por mulheres,as vezes me concentro na masturbação e tento penssar em mulheres mas não consigo.eu peço a ajuda de vcs e a de deuz para que eu me saia disso,pois temos que lutar contra os desejos da carne.naum sei mais oque fazer.

Anônimo disse...

gente peço ajuda a deus sempre,para que eu possa tirar esses penssamentos de minha cabeça,eu moro com meus pais e sinto que eles no fundo sabem disso,porque tenho 17 anos e nunca namorei pois nao sinto nada com mulheres.e tenho vergonha dissoas vezes pensso oque eu vou fazer pra disfaçar isso amanhã prq algum dia q1uando eu estiver mais velho as pessoa vão perceber mais isso em mim.nao quero esse caminho do homosexualismo.deus me ajude.

Anônimo disse...

Obrigado, obrigado mesmo,saiba que suas palavras foram como uma injecao de animo, grande abraco pra vc tambem!

Anônimo disse...

como a maioria de vcs eu me sinto sozinho sem niguem ja nao sei mas o q fazer pois tenho 16 anos mora com minha mae e sou gay sei q sou pois nao aguento ver aqueles homens sarados q ja começo a sentir desejo sabe .so q ate q se eu nao conhecesse o evangelho, mas eu conheço e sei q e errado por isso busco ajuda sei q cada um de vcs estao passando pela mesma situaçao q a minha ou ate msm pior .muitas vezes me sinto sem niguem ,desanparado so,mais so msm quando eu visto uma roupa nao ta bem quando eu vito outra tb na ta apesar de varias pessoas me acharem lindo eu nao me acho nada disso sou moreno alto magro cabelo liso tenho de tudo para ter uma vida normal ter uma namorada mas eu nao sinto desejo ate q ja rolou algumas coisas entre eu e outras mulheres so q eu realmente nao gosto delas mas como eu li um texto q diz que somos titas eu prefiro nao me entregar a esses desejos e me manter firme ate jesus voltar pois e a minha unica esperança pq eu acho q a cura q muitos procurao nao existe msm q case construa uma familia sempre vai haver algo bem la no fundo nao devemos esperar uma cura terrena e sim um refrigerio espiritual a paz do senhor a toodos fiquem com DEUS e que um dia nos possamos nos encontrar la no ceu pois la q esta nossa cura q e JESUS boa noite pessoallllllll

Anônimo disse...

muito obrigado agora eu sei que sou capaz de mudar...eu sempre vou tentar
acho que se fosse pra ser um gay feliz tava bom
mais é que na verdade eu gosto de ser homem
depois que passa o tesão por homem eu tenho ate nojo ate tipo quando eu to pensando o tesaõ só é grande quando eu penso logo logo vai indo em bora e me fazendo sentir um monstro

Anônimo disse...

Eu tenho 15 anos e sofro muito com isso!!! Eu não gosto de garotas, desde pequeno eu acho que gostava de garotos, só que naquele tempo, eu gostava de garotas também, as vezes até sonhava que estava beijando uma, então eu fui dormir na casa de um amigo meu e ele me convenceu a me masturbar com ele, desde então fui perdendo gosto por garotas e sentindo cada vez mais atração por garotos...
não quero isso pra mim, quero ter uma mulher e filhos, também me sinto muito mal quando eu me masturbo pensando em garotos, mas o problema é que já não tenho a menor atração por garotas, tem como voltar a ter? Meus amigos pensam que eu sou hétero e eu quero ser de verdade, eu me sinto péssimo também quando todo mundo começa a conversar tipo: Ah eu peguei a fulana... Eu comi a... Eu também tenho medo de não conseguir ter ereção com uma garota, o que eu faço?? Por favor alguém ajude!!!

Anônimo disse...

Quando criança, sempre fui apaixonado por meninas. Aos 5/6 anos eu já tinha as minhas preferidas, me lembro que meu pai, antes de morrer, até me ajudou a escrever uma cartinha de amor para uma vizinha, que me respondeu a carta.
Bom, acontece que aos 7 anos de idade, meu pai se suicidou. Hoje sei que ele estava com depressão, mas no início dos anos 90 ninguém falava sobre isto, depressão.Passei a viver na casa dos avós. As únicas relações proveitosas que tive após isto com adultos, foi com as mulheres da família: mãe, avó, tias, primas. Os únicos entes masculinos que eu tinha por perto, o avô e um tio, eram bem distantes e reconheço, também, que não tive, após tal época, nenhuma imagem masculina para me o orientar ou me ensinar a fazer parte do mundo. As meninas pelas quais me apaixonei, sempre me esnobaram. Reconheço que não me acho bonito, e todas as vezes que me apaixonei, não foi correspondido. Eu era daqueles que ficava dois, três anos gostando da mesma menina, dava o que podia por elas, ajudava nas tarefas da escola, em vão. Minhas amizades, desde o primário até o ensino médio, foram, marjoritariamente meninas; confesso que, em alguns momentos deste processo, me interessei por alguns amigos, mas era um interesse mais preocupado em receber atenção do que em receber afeto sexual. Puxa, também eu era inocente e nunca havia pensado, até os 15, 16 anos que seria realizável uma relação homossexual. E assim foi indo, sempre sozinho, sem amigos homens, as meninas me desprezando; me lembro que a última menina por quem me apaixonei desesperadamente foi em 2003. Depois disto, fiquei neutro. Começaram a surgir os desejos por homens, não me lembro exatamente como...
Minha primeira ficante foi em 2007, eu tinha meus 23 anos. Arranjei uma namorada na igreja, eu não a amava, mas quis tentar. Foi assim com ela e com a próxima. Tentativas. A esta altura, eu já me considerava apaixonado por um amigo, o primeiro menino que me deu atenção. Acho que acabei pendendo para o lado dele devido o tratamento afetuoso que eu recebia, nunca ninguém havia demonstrado tanto carinho e desejo de estar a meu lado. Mas ele era heterossexual, namorava as meninas e tudo. Eu que me iludi à toa, e assim fiquei por quatro anos...
Mais para frente, a tecnologia me permitiu conhecer pessoas interessadas na mesma coisa que eu. E assim foi: duas relações carnais com homens desconhecidos (tenho nojo em lembrar); um namorico de três meses com um rapaz da cidade vizinha (eu ia atrás dele para receber carinho; ele, porém, apenas queria sexo oral; aquilo me cansou, desisti, quis voltar para Deus, a esta altura me sentindo um animal); acabei me envolvendo com um rapaz de muito longe. Cheguei a ir visitá-lo, conheci a família, nos apresentamos como amigos, me apaixonei por ele, ele não se apaixonou por mim e hoje somos amigos apenas). As meninas que se envolveram efetivamente comigo até hoje (três, no total) sofreram muito, pois eu não conseguia amá-las, tentava afastá-las de mim, brigávamos)....
Hoje estou há dois anos praticamente sem contato sexual com homens, há um ano sem contato afetivo com homens (beijo, abraço) e também sem contato com mulheres.
Entro, constantemente em chats na net buscando encontros homo, contudo eu mesmo acabo desistindo da ideia, as pessoas parecem lobos sedentos por sexo apenas. Isto não me atrai. Confuso. Sirvo na igreja, como ministro. Me sinto a pior das criaturas, indigno de Deus. Contei minha história para um amigo muito próximo, chorei com ele já, dizendo que meu maior sonho é ter meus filhos, a casa com gramado e a esposa ao lado... Ele nunca soube como agir ou como me aconselhar, e eu não espero que saiba. Só eu sei o quanto a luta tem sido difícil e o quanto me sinto sozinho.
Já pensei em me matar, já pedi tanto para Deus me tirar da vida antes que eu ofenda mais o Templo que é meu corpo...
Confesso que não sei o que fazer.
Sempre que vou rezar, peço a libertação para Deus, peço uma mulher que me faça sentir gosto pela vida novamente.

Anônimo disse...

Mulher de Deus... é muito difícl lidar com essas situações em que a vida põe diante de nós, ou melhor dizendo que Deus põe diante de todas as pessoas da face da terra.
Conheço uma jovem de minha igreja do mesmo grupo que eu faço parte que sofre muito com o bissexualismo ela nunca me contou pelo fato de talvez parecer constrangedor para ela, mas sempre que posso eu procuro ajuda-lá com palavras de otimismo e encorajamento, ou seja, palavra de Deus. Ela um tempo atrás estava nomorando uma garota que eu nem conheço e isso vez ela perder o foco, que é a sua salvação, porém de um tempo para cá ela tem procurado se lançar a buscar mais de Deus e a fazer a obra... e também terminou com a garota.
Estou orando e jejuando pela vida dos jovens de minha igreja e também pela minha vida, pois também passo por difículdades na areá familiar, sentimental e ultimamente tenho enfrentado um grande conflito comigo mesmo que no momento não posso revelar, só conto com suas orações e principalmente com a sua Izabelle Mulher de Deus, pois essa noite vou orar pela sua vida.
Enfim Izabelle Mulher de Deus, a jovem que eu estava falando enfrentou,enfrenta e continuará enfrentando esse problema até uma pessoa de Deus que a ame apareça em sua vida e a ajude nessa batalha... e a luta continua com Jesus no nosso coração e mente. Fica na Paz Amada!

Anônimo disse...

Deus por favor me ajude a sair dessa

Anônimo disse...

Estou realmente feliz por ter encontrado este Blog. Finalmente encontrei opiniões como a minha. Sei exatamente oque estão passando, e aos meus 35 anos estou superando isso tudo. Forças tive que encontrar em mim mesmo. Terapia só me fazia acreditar que tudo era normal, e minha conciencia dizia que não. Minha personalidade não me fez aderir a nenhuma crença, mas respeita a todas, e parabenizo a todas as que apoiam esta mudança. Descobri que meu problema vinha do meu complexo de inferioridade e passei a me policiar, com a autoestima renascendo fui caminhando mais firme nessa jornada longa ( e como é longa! ). Como tudo na vida, cada decisão tem um preço e o que paguei foi o de carregar a marca do passado ainda apontados por alguns sadicos, mas hoje já não me deixo afetar tanto por isso, estou orgulhoso demais de minhas conquistas para perder mais tempo. Alias, perder tempo é outro preço que se paga por acreditar que ser gay é normal. Nada é instantaneo, mas tudo oque se quer e que se luta com convicção para conquistar nos transforma de forma definitiva. Mudanças repentinas não são duradouras, as verdadeiras mudanças levam tempo e ficam pra sempre.

Meu email é ultimatesouza@gmail.com, e estou a disposição pra ajudar nessa jornada por uma felicidade plena, e não pela metade!

Anônimo disse...

Preciso de ajuda.
Era um pouco afeminado na infancia, mas gostava de meninas. Cresci numa familia religiosa e preconceituosa.Casei, tive filho, mas o desejo homosexual estava alto. As vezes chorava escondido por ter que fazer sexo com minha esposa.Me separei e tive alguns relacionamentos rapidos com homens, nao consegui gostar de nenhum. Com o tempo criava raiva deles. a vida homosexual é muito dificil. Hoje estou sozinho e sofrendo, Eu nao me aceito, nenhuma terapia me ajudou, tenho muita vergonha de mim.. Eu so quero gostar de mulher, ter uma familia de novo, estou quase fazendo uma loucura. Sou trabalhador, estudioso mas a minha vida esta sem rumo e sem sentido.

liliane cerqueira disse...

tenho 23 anos, lembro-me quando eu era pequena eu era molestada por meus tios, sempre tive nojo de homens mais porem sempre tive relações com eles , sempre gostei de me envolver com homens na minha infância tive grande fogo por homens sempre pensei em sexo. Mais minha adolêsencia mudou minha vida quando uma tia minha tomava conta de mim e de uma menina , ai eu e essa menina brica vamos sempre juntas e dai tivemos relações, sempre , dese dia pra cá eu não paro mais de me envolver com mulheres pois tenho grande desejo por mulheres, mais porem também me envolvo com homens mais não gosto de me deitar com eles.Tenho mais prazer com mulheres do quer com homens. Pois sei que isso é erado e diante de Deus isso e abominável. Tento ficar longe delas, mais eu não sei o que eu tenho que atras elas.... Todas as noites quando eu durmo eu peço para Deus me proteger e me livrar de todo mal. Eu peço a todos vocês que orem por mim, obrigada

Anônimo disse...

EU FICO FELIZ POR VOCES QUE ESTA TENTANDO SAIR DESSA VIDA..
O historico dos homossexuais, a grosso modo, eh semelhante..temos casos de abandono familiar, ( no meu caso, pai ausente e mae repressora e durona) rejeicao, baixa auto estima, e principalmente, abuso sexual na infancia, que foi o meu caso. Com um parente muito proximo. Eu crianca era muito feio e qdo adolescente tambem, jamais namorei mulher nem homem. Cresci cercado de complexos e sem esperanca alguma. Mas eu era inocente e temente a Deus. mesmo assim nao consegui ser liberto. Aos 14 anos o desejo por homem so aumentava, e eu ignorava. fiz 18. minha vida era casa, trabalho e escola. nao tinha amigos. Nunca fui afeminado, mas algumas caracteristicas denunciariam minha homossexualidade. portanto me fechei pro mundo. Aos 23 anos tive minha primeira relacao sexual com um cara que conheci no onibus a tarde. E tenho certeza que foi obra do coisa ruim, pq nesse dia fui assediado por tres caras em tres situacoes diferentes. E acabei sucumbindo. Antes do ato , senti uns tremores estranhos, formigamentos, umas sensacoes bem esquisitas. De la pra ca, tem sido uma vida dupla. Socialmente sou hetero, mas vivo na net atras de sexo e casinhos com garotos mais novos. e quase sempre consigo. Mas eh uma vida futil e vazia. O homossexual em sua grande maioria eh um perdido, frustrado, e iludido...ele pensa que vai achar o cara lindo, sarado, perfeito, amoroso e bem sucedido...e isso nao existe ! Dai vive de boate em boate, cacando, transando, e entrando num circulo vicioso cruel e as vezes fatal. Conheco alguns caras que pegaram aids e ja morreram, outrs estao vivos. Pelo menos pra isso sempre fui cuidadoso, nao saio com qquer pessoa. HOJE MINHA SITUACAO EH A SEGUINTE - Um cara solteirao, enrustido, de 34 anos, poucos amigos, vivo recluso e desconfiado, vivo mentindo pro povo do trabalho e da facu sobre falsas namoradas que nao existem, morro de medo que fiquem sabendo que sou gay... Hoje mesmo chorei, estou muito triste, nao merecia um final desses. Ja ja faco 40 e to solteiro, sozinho, sem familia, sem perspectiva...ate tenho um emprego mediano, posso viajar, ter carro, etc. mas a vida nao eh so isso. Os valores principais se perderam. Hoje tomo anti-depressivos sem previsao de parar o tratamento. Eu nao queria um milhao de reais, mas eu queria que Deus me desse um unico desejo - tirasse essa DESGRACA do homossexualismo da minha vida. Nao tem coisa pior pra um homem, viver isso, passar por isso. NINGUEM eh feliz no homossexualismo, eh tudo mentira. Os gays vivem perdidos no sexo, nas drogas e na luxuria, pra preencherem o vazio que habita dentro deles. Desculpe o desabado, eh que gostei do blog e dos relatos, e tenho certeza que muitos vao se identificar com minha historia. Fiquem com Deus.
OBS- Hoje estou mais equilibrado, nao fico na net mais atras de sexo, tenho dado preferencia a leituras de cunho espirituais e meditacao. Tudo que eleva o espirito e nao faz mal ao proximo, considero valido !

Anônimo disse...

Olá.tenho 19 anos e li sua história e me emocionei por ver o sofrimento que você passa. assim como eu passei e passo. O que tenho a te dizer, e tenho certeza que você percebeu vindo a este blog, é que você não está só nesta luta. Também sonho em ter filhos, uma família. E trabalho minha mente para isto.Falo diariamente "devo gostar de mulher,devo sentir isso por mulher". Quando criança fui abusado por um parente próximo. Mas não sei se foi a causa. Pois tive pai ausente e uma mãe também ausente na minha vida, me deixando só. Brincava com meninos, mas as vezes com meninas, até mesmo de boneca, quando mais pequeno. só que eu percebi que boneca não era brincadeira de 'homem', consciente disto, passou essa fase, mas sempre com essa vontade. Cresci brincando com meninos, de bola, esconde, todos os tipos de brincadeiras saudáveis. Me apaixonei por meninas e e sentia muito vontade de namora-las e ao mesmo tempo vergonha disso(creio que não me identificava com minha identidade sexual. Mas com o tempo, foi fluindo o desejo por homens,quis repetir o que ouve comigo na infância e iniciou-se uma vida sexual.Criado na igreja, sempre frequentava e ouvia falar de Deus, então era consciente de que isso era errado. Mas como você falou. Isso é tão profundo que não tem lógica dizerem que não seja genético. Mas se você buscar as causas, você vai achar.A minha dica pra você é encontrar pessoas para conversar. Mesmo virtualmente. isso tem me ajudado muito. Me tornei amigo dessas pessoas que compartilham a mesma dor que eu.E isso é muito importante na minha caminhada. Como estou hoje e como estive nesses últimos anos: Antes eu tinha desejo em namorar meninas, mas depois que dei lugar a essa neurose perdi esse desejo. Dei lugar a vida dupla com meninos e intercalando a igreja. Sofri profundamente com isso. Sorria por fora e chorava por dentro. Ninguém imaginava o que passava dentro de mim.Faz um bom tempo que não tenho contato sexual com homem. Mais ou menos em junho do ano passado conheci esse blog. e por meio dele, deixei meu depoimento aqui. Consegui o contato desses amigos que falei. Hoje tenho muito mais força pra lutar contra isso. Tem alguns livros que li que me ajudaram: amor restaurado. e Restaurando a identidade. Tenho certeza que vai te ajudar. Forte abraço.e que teus sonhos se realizem. Caso queira contato. lucas.soares6@hotmail.com.

Anônimo disse...

Não vou falar de mim, mas gostaria muuuuuuuito de saber se há ou não uma forma de se libertar da homossexualidade, pq quero muito saber... Já se tem livre arbítrio pra tudo, pq ñ teria pra eu escolher o que quero ser?
Por favor me ajudem!

Anônimo disse...

Leia os "Exercícios Espirituais", de Santo Inácio de Loyola. Tudo só depende de você. É uma luta contra você mesmo. Não é fácil, não é como tomar um remédio e ficar curado. É uma luta diária que você tem que vencer. Vencemos hoje e temos que nos preparar para vencer amanhã e depois e depois... É uma luta sem fim, mas tudo vale à pena se ao final da vida nós encontrarmos Deus.

Anônimo disse...

Muito obrigado! muito obrigado mesmo, q Deus te abençoe muito e te dê muitas felicidades.

Anônimo disse...

Amigo, não é preciso agradecer por nada. Que Deus te abençoe também e que ele permita que nós continuemos firmes até o fim da vida. É difícil, as vezes penso que é impossível, mesmo eu sendo virgem. Mas esta vida é só um instante se ela for comparada com a eternidade. Um abraço e felicidades!

Anônimo disse...

Tenho 40 anos, sou casado com filhas. Sempre amei as mulheres, mas em alguns poucos momentos da minha vida, tive vontade de ter relações com homens.
Isso voltou a me atormentar novamente causando-me angústia porque fico imaginando que não vou aguentar e acabar me relacionando com homem.
Será que sempre fui gay? Posso estar me tornando um? Ou é coisa passageira?

Anônimo disse...

Tenho 39 anos e até hj não trasei com mulher,fui molestado quando tinha uns 5 anos de idade e a partir daí as mulheres nunca me chamaram a atenção mesmo em revistas playboy ou filmes pornos,sempre foram os homens
que eu sempre gostei e já tive algumas experiencias sexuais como passivo,mas percebí que o prazer é sempre do ativo.Procurei a igreja evangélica aos 17anos a aqual fiquei por 6 anos totalmente devotado a obra Ex;jejum,oração,campanha,oração no monte quebra de maldições,quebra de vinculos,encontro com Deus,mas infelismente nada resolveu.Hoje eu tenho dúvidas se existe realmente ex-homossexuais,espero que exista e eu possa encontrar a solução com uma terapia séria já que na igreja não resolveu.Eu só irei acreditar que deu certo no dia que eu olhar uma mulher e ficar totalmente excitado aí sim eu acreditarei,na minha adolescencia eu pensava em suicidio mas graças a Deus eu não penso mais,eu amo viver,tirando o problema de ser homossexual de resto minha vida é perfeita.O que mais me deixa preocupado é minha familia um dia saber disso até agora nimguem sabe.Abraços!!!

Anônimo disse...

Cara como sua historia parece com a minha,que relatei em baixo,encontro consolo coma biblia porém não a solução.

Anônimo disse...

Voce nao esta sozinho, porem me parece que estou mais afrente que vc.Minha auto estima e confiança aflorou com a busca em nao aceitar a minha condiçao, me auto analisei por muito tempo, e com o passar dos anos eu por acaso, contrei um livro que me trouxe ao dominio do sexo.foi o livro "O ORGASMO MULTIPLO DO HOMEM" ele será o inicio de sua conquista e vc podera escolher(optar) que caminho deverar seguir.(a escolhar sera sua, e com o poder nas maos).siga os passos deste livro e vai em frente, com o passar das praticas, sua mente se abrirar e tudo comçarar e clariar.
ACREDITE.
em breve procuro saber por aqui se vc entendeu bem tudo isso.
abraço

Anônimo disse...

Me ajudem. Nao quero ser gay, quero ter minha familia. Qero um dia ter meus filhos. Tenho 19 anos, sou da ccb. Sou evangelico desde pequrno sempre tive prazer em servir a Deus. Minha mãe me ama, Deus esta muito triste comigo! ! eu. Orem por mim. Se alguem tiver um concelho. Mande pelo amor de Deus.
Eu-ajuda@hotmail.com

Anônimo disse...

eu ja postei uma vez a minha situaçao e ng me respondeu, entao vou colocar dnv, por favor alguem fala alguma coisa eu to quase pirando:
Eu tenho 15 anos e sofro muito com isso!!! Eu não gosto de garotas, desde pequeno eu acho que gostava de garotos, só que naquele tempo, eu gostava de garotas também, as vezes até sonhava que estava beijando uma, então eu fui dormir na casa de um amigo meu e ele me convenceu a me masturbar com ele, desde então fui perdendo gosto por garotas e sentindo cada vez mais atração por garotos...
não quero isso pra mim, quero ter uma mulher e filhos, também me sinto muito mal quando eu me masturbo pensando em garotos, mas o problema é que já não tenho a menor atração por garotas, tem como voltar a ter? Meus amigos pensam que eu sou hétero e eu quero ser de verdade, eu me sinto péssimo também quando todo mundo começa a conversar tipo: Ah eu peguei a fulana... Eu comi a... Eu também tenho medo de não conseguir ter ereção com uma garota, o que eu faço?? Por favor alguém ajude!!! sera q usar viagra ajuda, eu li q precisa de uma ereçao igual e ele só mantem só q eu n fico exitado com garotas, oq eu faço???

Anônimo disse...

Prezado amigo que postou em 22/4, tenho 33 anos e passo até hoje por essa dificuldade, porém, de alguma forma e na medida do possível, soube equilibrar os 02 desejos. Nunca me senti totalmente encorajado a ponto de me entegar para um homem, mas nunca me senti completamente satisfeito nas relações com mulheres. Já fui casado, tenho filho e até hoje ninguém soube e dificilmente saberá. O que posso lhe dizer é que busque uma igreja evangélica séria, ter muita fé e não desabafar com qualquer um, pois nunca se sabe o nível de confiança. Em relação ao viagra, é muito cedo pra vc buscá-lo, tente ter relação, mesmo que falhe. Trabalhe seu psicológico, foque no desejo, tenho certeza que vc conseguirá.
Boa sorte

Anônimo disse...

Amigo, mais do que ninguém eu gostaria de dizer que há uma cura instantânea. Eu gostaria de dizer que há um remédio que traz a cura imediata. Infelizmente isso não existe. Quem sabe um dia isso possa existir. Você está com 15 anos e eu com 25. O conselho que eu posso te dar é que você evite os estímulos corporais. Evite falar sobre sexo, evite ver cenas eróticas, tente evitar tudo que faz você cair. É isso que eu tenho feito toda a minha vida. Sei que é triste, sei que parece insuportável e até insano. Mas o que você e eu podemos fazer senão evitar? Há homossexuais que decidem viver a sua sexualidade e há homossexuais que abominam essa condição. Nós que escrevemos aqui estamos na segunda categoria. Eu sei que essa fase na qual você está é muito difícil conter os desejos. Eu sei que é muito difícil controlar o corpo. Não se esqueça que o corpo é uma máquina. Portanto, quanto mais você estimula seu corpo para o sexo, mais ele vai querer sexo. Não esqueça o principal: o corpo está sob o governo da alma. É a alma que manda no corpo. É a alma que diretamente fala com Deus. Eu te digo com toda a verdade que o único auxílio que temos é só Deus. Mantenha o seu pensamento em Deus. Peça a misericórdia de Deus todos os dias. Cada dia é uma luta. A luta é até o fim da vida. Você vai cair muitas vezes. Mas cair não significa nada, o importante é você sempre se levantar de novo e de novo. Chegará o dia em que não haverá mais quedas porque a sua alma estará fortalecida e unida com Deus. Não pense que "fulano comeu essa" ou "meu amigo pegou aquela". Isso não te ajuda em nada. Pense no seguinte: essa vida é finita e passageira. Nada neste mundo dura para sempre. A vida eterna é a verdadeira vida. Essa vida que vivemos é só um sonho ou pesadelo. Nós vamos despertar desse pesadelo a qualquer hora. É Deus que vai nos despertar. Se você pensar assim você conseguirá mais força para seguir adiante. Meu amigo, te desejo muita fé e sorte. Que Deus te guarde. Um abraço!

Anônimo disse...

Prezado amigo que postou em 22/4, tenho 33 anos e passo até hoje por essa dificuldade, porém, de alguma forma e na medida do possível, soube equilibrar os 02 desejos. Nunca me senti totalmente encorajado a ponto de me entegar para um homem, mas nunca me senti completamente satisfeito nas relações com mulheres. Já fui casado, tenho filho e até hoje ninguém soube e dificilmente saberá. O que posso lhe dizer é que busque uma igreja evangélica séria, ter muita fé e não desabafar com qualquer um, pois nunca se sabe o nível de confiança. Em relação ao viagra, é muito cedo pra vc buscá-lo, tente ter relação, mesmo que falhe. Trabalhe seu psicológico, foque no desejo, tenho certeza que vc conseguirá.

Anônimo disse...

Eu tenho 15 anos me ajuda ? meu pai sempre foi ausente .. nunca jogou bola , eu me sinto sozinho .. me ajuda . (MSN) , quero.ajuda@hotmail.com.br .. eu quero ser um homem normal te mulher filhos , eu sempre to no meio de meninas .. eu nao quero ser assim..

Anônimo disse...

Em todos os comentários que li fui vendo um pedaço da minha vida, desde criança tenho atração por homens, mas sempre neguei isso pra mim mesmo. Tentei solucionar meu problema buscando pornografia hetero, fiz isso por muito tempo, só que a atração não sumiu. Há alguns dias resolvi trazer isso à tona, reconhecer que tenho desejo sexual por homens, e minha vida virou um inferno depois disso. Agora passei a ter vontade de me matar, eu odeio pensar que tenho que viver toda minha vida assim. Sozinho e com muita dor. Esse papinho de que a homossexualidade é genética não me convence, se vcs forem pesquisar vão ver que os cientistas que fizeram essas pesquisas se declaram homossexuais. Ou seja, não é um estudo cientifico neutro. Outra coisa que se falar muito é na escolha, outra mentira. Nunca escolhi esse inferno. Muito pelo contrário, olho os outros caras na rua e penso que se eu pudesse escolher eu seria igual a eles. Nós estamos numa luta contra nós mesmos e penso que sem ajuda de Deus, não é possivel vencer essa batalha.

Anônimo disse...

É verdade, eu concordo com você. É isso que precisa ficar claro. É isso que eu tenho dito em todos os meus comentários, que Deus é o único que nos pode ajudar. É uma luta diária infeliz e até os detalhes podem fazer você cair. Um único pensamento pode destruir toda a resistência que demorou meses para ser construída. É muito triste e desolador. O meu conforto é saber que esta vida não é eterna. O meu conforto é a minha esperança em Deus. Se há algo bom em tudo isso é o fato de essa dor me aproximar de Deus. Nunca pensei em me matar devido o fato de eu ser homossexual. Eu chorei e choro muito por ser assim, mas no mesmo instante eu imploro a Deus que me dê forças até o último instante da vida. Tente encarar a homossexualidade como uma condição existencial. O que é bonito e honroso é você se rebelar contra você mesmo, contra sua natureza, e buscar a Deus. Esse é o sacrifício que oferecemos a Deus. Essa é a nossa carta de alforria.

Mara disse...

Confie em Deus!

Anônimo disse...

sofro muito por esse fato de ter tendencias homosexuais.atribul ao modo de criaçao que me foi dado.so irmãs, primas,como compania para brincar e construir minha sexualidade . aprende gostos de meninas pensamentos de meninas etc. no comesso da minha adolecência, acabei me envouvendo em 1 relacionamento homosexual , ato que me da muito raiva hoje e me envergonha d+. a parte que me magoa + é que essa historia e de conhecimento de várias pessoas do bairro me deixando +ou- a 5 anos depreciso e constrangido. hoje tem vergonha de min memo , ja tentei o suicidio + por misericordia de deus , sai vivo dessa.nunca tive nenhuma ajuda sobre esse essunto, e vivo depreciso por comentarios e fofocas que sao espalhados com meu nome! hoje sou maior de idade , tenho meus impulsos heterosexuais , + vivo isolado sou excluido e quem me aceita usa de falcidade, pois fala por traz do que eu ja fiz. ainda hoje as vezes me pego com empulsos homosexuais, mais tenho minha mente hetera nao por completo + sei que vo consegue! nunca consegue pedir ajuda a ninguem por sente vergonha do meu passado e por ser jugado frequentemente por falsos amigos e pessoas que vivem para falar dos erros dos outros.

Anônimo disse...

minha história e bem parecida com a sua! Ate a sua descrição da sua aparencia é semelhante a minha .Tenho mesmo sentimentos a qual vc relato, e muito +. sei realmente como essa situação e dificil, + tambem sei que Deus dara forças a todos nois para conseguirmos alcansa nossos objetivos, que e muda nossa vida, ser totalmente hetero.

Anônimo disse...

ola,tenho 21 anos fiquei feliz ao ler esses depoimentos e encontrar mulheres q estao lutando por trasformçao,é q é dificil encontrar mulheres homossexuais q querem serem libertas.

Fui criada praticamente em um berço evangelico,nunca percebi nada de difernte em mim,gostava de meninos e sofri pqnas decepçoes amorosas como qualquer adolecente.Tinha(e ainda tenho) uma amiga bem proxima,ouvi varias vezes seus familiares dizendo q nos tinhamos um caso axavamos engraçado,pois era mentira nunca levei a serio,comessei a namorar aos 17 anos a qual hoje sou noiva,Mas as coisas mudaram rdicalmente qndo conheci uma lesbica a mais ou menos 1ano,nao sei explicar,mas aquela pessoa me chamva a atençao eu a olhava a desejando,demorei um pouco pra perceber isso e assumir,fiquei loca nervosa,como assim simtia atraçao por mulheres?nunca antes acontecera.

Sempre fui muito curiosa por sempre ser criada dentro da igreja me sentia um pouco frustada por nunca ter saido curtido de verdade,enfim o Mundo faziam meus olhos brilharem aquela pessoa pra mim parecia tao interessante Livre!
Mas ainda sim temendo a Deus aceitei outra propsta de emprego e me afastei,estava tudo bem ate q alguns meses depois essa pessoa reapareceu neste meu emprego novo,e cada vez mais estavamos mais proximas....seu cheiro sua voz meu Deus seus abraços pareciam tao sinceros,eramos amigas.Ate q ela pediu ra ficar comigo e eu nao sube dizer nada,pois eu queria,mas ao mesmo tempo nao podia entao fui enrolando ,aos poucos ia me envolvendo com mais pessoas homossexuais q diziam q eu era nao podia fugir ja era noiva e as pessoas diziam q nunca ia ser feliz,pois meu futuro seria com mulheres,e diante de tudo isso estava como uma esponja absorvendo tdo ao meu redor.Nao demorou muito ate ficarmos,um bejo nada vai significar,mentira mudou minha vida pra sempre,nao demorou muito ate terminar meu noivado,com a desculpa de querer viver,sai da igreja,e cada vez mais me envolvendo com aquela pesso.

Sabe eu gosto sim existe sentimento o q é pior,era otimo estar ao seu lado,mas qndo ia embora chorava pois sabia q estava errdo,mais no dia seguinte se ela me chamsse eu ia,era fforte demais nunca consegui dizer nao,meu ex noivo,entao,nos viu juntas e entao entendeu tdo,e por incrivel q paressece resolvel me ajudar decidir escolher a Deus nao quero mais apaguei numeros reesolvi perder completamente o contato ja q nao trabalho mais com essa pessoa,mais preciso confessar meu noivo penssa estar tdo bem,mas dentro em mim esse sentimento me consome,quero ouvir sua voz sentir seu abrço é como se precisasse dela,choro escondida,e cada dia q passa aumenta minha dor!nao sou feliz desde aquele bjo q mudou minha vida,amo meu noivo quero casar ter filhos,mas parece q vou sofrer tdos os dias restantes da minha vida, pra mim ela é unica e axo nunca vou esquece-la DEus porq tdo isso esse sentimento?

ando pelas ruas querendo ve-la,ja pensei em me matar,mais nao vou faze-lo quero descançar com Deus ,nao viver tormento eterno,mais estou sofrendo e tenho medo de nao consegui,uso tdas as minha forças pra finjir o cantrario estou ficando esgotada!e recentemente comessei a percber outras mulheres meu DEus,nao foi so ela,agora outras tbm me atraem,falo com Deus tdos os dias ele sabedas minhas fraguesas,comecei a procurar mulhrers q venceram isso e me decepcionei é muito pequena historias de mulheres q se libertaram aumentando ainda mais meu desespero,ate q encontrei esse blog,ter um lugar pra desabafar é muito bom,estou fraca mais vou orar por vcs tbm,obrigada.

Anônimo disse...

Não desista não amiga, seja forte. Descubra suas qualidades femininas, e procure suprir essa sua carência, você conseguirá vencer.

Anônimo disse...

Angela Tiburcio será que você pode orar por mim também? quero muito parar de ser assim.

Anônimo disse...

Anônimo 4
Não tenha medo de procurar uma ajuda profissional. Passei pela mesma situação que você, mas no meu caso foi pior. Hoje sai na rua com a cabeça erguida depois de tanta humilhação em público. Hoje pessoas que me julgavam, vem ao meu encontro pedir ajuda. A vida deu voltas e a maior cura que consegui em minha vida, foi poder falar, falar das experiencias, colocar pra fora todos esses sentimentos. Só assim eles vão perdendo força. Hoje estou no caminho da libertação total desses sentimentos, ainda tenho um caminho a percorrer, mas sei que vou conseguir com a ajuda de Deus. Procure alguém de sua confiança, por exemplo um padre, que não pode falar pra ninguém da sua vida. O simples fato de falar ja vai ser uma grande cura pra vc. E meu irmão, quem não tiver pecado atire a primeira pedra. Coragem! Vai em frente!

Att,

Anônimo disse...

Me ajuda!! eu só consigo pensar em homens, já transei com alguns porque eu nao aguentei, mas me sinto péssimo, peço pra deus me ajudar mas não adianta eu sinto uma enorme atração por homens, tenho nojo de mulher mas não quero ser gay quero sair dessa vida me ajuda

Anônimo disse...

Também tenho o mesmo problema há muitos anos, e vejo este problema de forma mais grave do que qualquer outro vício, porque se o seu problema for drogas, por mais que seja ruim a família se une e o interna em uma clínica para receber tratamento, se for álcool da mesma forma, mas quando se trata do homossexualismo, é você e Deus, e sabendo que Deus se comunica através de pessoas para que suas mensagens se tornem mais claras, não temos este privilégio, pois ninguém mais sabe ou poderá saber. Nossa sociedade no geral não esta preparada para receber isto de certa forma como uma dependência assim como de drogas e etc. Para maioria como dizem é ´´Viadíce´´. Não sabem o desejo que você tem de constituir uma família como todos, ter filhos. Não sabem o quanto repreendemos a nós mesmos, e de certa forma sentimos nojo do que somos, um vazio uma escuridão, e o pior não podemos gritar e nem simplesmente desabafar com um amigo ´´terrestre´´, simplesmente porque ele não sabe e dizer a ele é correr o risco de que ele se distancie, porque se ele for homem, pensará que já sentiu atração por ele e não o tratará da mesma forma. Vendo que existem outras pessoas como eu, sei que podem me compreender, pois só realmente quão doloroso é, aqueles que vivem desta mesma forma. Isto tem bloqueado nossas vidas e feito com que estacionemos no tempo, simplesmente porque é difícil levar uma vida normal como todos, algo que muito queremos e não conseguimos.

Anônimo disse...

A sua história é bem semelhante a minha, mudando alguns aspectos apenas, sei o quanto sofre e sei o vazio e a solidão que sente, nossa noites são diferentes e diria mais sombrias, isto nos consome e nos priva quanto a planos e acabamos estacionando. Existe algo que sempre tento mas sempre falho e sei que é onde esta sim a resposta e o segredo. A fé, o acreditar no Deus todo poderoso, o Deus que nos sonda e nos conhece, é mentira quando dizemos que só nós sofremos com tudo isto, porque sei que Ele também sofre, Ele sente nossa angústia, Ele é o único que pode nos livrar deste mal, mas precisamos acreditar n´Ele, buscá-lo todos os dias, e não fazer qualquer escolha sem antes consultá-lo, pois existe um Deus querendo salvar e um grande inimigo querendo nos derrubar, portanto não podemos vacilar um segundo sequer, muitas pessoas dizem que se sentem vazias nas igrejas, e o que vejo hoje que o resultado disto tudo é que na verdade a maioria usa o templo para buscar seus próprios interesses, mudando as orientações bíblicas para suas vontade, precisamos de uma adoração verdadeira, simples e sincera, sem grandes manifestações, precisamos apenas dizer a Ele o quanto estamos sofrendo e o quanto desejamos que ele nos mude, que nos quebre por inteiro, porque queremos ser transformados, pois não nos contentamos com o que somos e da forma que estamos vivendo. Portanto, não desista, estou no mesmo barco e mesmo estando no mesmo barco ofereço minha ajuda para que continue a lutar, é possível sim! Abraços!

Anônimo disse...

Parabéns meu caro por este belo e positivo comentário, muito sabias as suas palavras.

Anônimo disse...

Mãe
Tb preciso de ajuda. Hoje peguei meu filho mais velho de 10 anos em cima do meu filho mais novo de 8 anos, pegando nas partes genitais dele. Eles viram um vídeo pornô na escola e o mais velho teve esta infeliz idéia. Estou muito triste, chorei muito, falei coisas que nunca uma mãe fala com um filho. Falei até que se ele tornasse a bulir com o irmão mais novo eu o colocaria para fora de casa. É claro que me arrependi de ter dito isto, nunca faria isto pois eu o amo. Sei que isso não veio do meu filho mais novo, pois ele é muito inocente, ingênuo e pelo que percebi, gosta de mulheres. Perguntei porque fez isto, ele negou várias vezes... O irmão mais novo me contou chorando do que ele fez. Não sei o que fazer, chorei muito hoje. Tenho vergonha de contar para alguém. Não sei como ajudá-lo a sair disso, pois sei que vai sofrer muito. Ele tem apenas 10 anos. Será que ele será homossexual. Onde que errei ? Sou realmente uma mãe autoritária, quero sempre protege-los de tudo. Mas, o que fiz de errado ? Meus filhos não vieram com manual de instrução. Como fazer para reverter isso, antes que ele caia na tentação ? Perguntei para ele o porquê. Ele me disse que as meninas a sala dele o acham feio. Eu disse que isto não era motivo. Estou muito decepcionada com ele, não consigo nem olhar para ele. Ele me pediu desculpas e eu ainda não consegui perdoar e nem voltar a ter uma relação normal de mãe e filho. Para mim, é muito difícil aceitar isso, não estou conseguindo. Por favor, o que devo fazer para ele sair desse caminho ? Estou digitando e as lágrimas caindo no teclado, estou muito triste, não esperava isto dele, muito decepcionada. Criei muito com todo carinho. Sempre dei o melhor de mim. Trabalho fora o dia todo, mas quando chego dou toda atenção. Pensei em separar eles de quarto. Minha vida também estremeceu, nuca mais conseguirei ser a mesma. desculpem pelo desabafo.

Anônimo disse...

Eu consigo te entender, mas ao deixar de olhar pra cara dele, ele vai perceber, e com isto ele se sentirá mais envergonhado ainda, de modo que ele se fechará para você e num futuro dificultará mais ainda caso você tenha que ajudá-lo. Eu também não tenho um manual de instruções "pra lhe entregar", mas eu posso te dar essa orientação:

Procure sempre manter um diálogo sincero com seu filho. Se você se abre com ele, ele não terá medo de contar as coisas que pensa pra você. Se vocẽ o trata com "desprezo", ele certamente se fechará para você e ignorará suas orientações e suas broncas.

Outra coisa, ele tem apenas 10 anos, é capaz até de ele nem ter ereção ainda (e se tem, provavelmente é algo recente). Ou seja ele se conhece muito pouco. Me desculpe pela forma como vou falar, mas lendo a sua mensagem parece que você fala do seu filho como se ele fosse um adulto. Essa é uma idade boa para ajudarmos seu filho, pior seria se você descobrisse a homossexualidade dele quando ele já tivesse 18 anos (muitas mães descobrem a orientação sexual do filho quando o mesmo já é adulto). Então acalme-se, podemos ajudar seu filho sim!

Deixe-me perguntar uma coisa: seu filho assiste muito desenho, filme, etc? Se sim tente diminuir o tempo que ele é exposto pela televisão. Seu filho precisa começar a pôr os pés no chão e parar de ficar dando atenção a bobagens.

Ele usa o computador? Se sim deixe o computador na sala, ou em algum local onde ele não possa acessar conteúdo pornográfico.

Seu filho tem mais amigAs ou mais amigOs? Se a maioria das amizades de seu filho são meninas, então isso pode ser um indicativo de que seu filho se sente inferior as pessoas do mesmo sexo, e ele encontrou uma forma de se sentir superior através da atração sexual pelo mesmo sexo.

Espero que meu comentário tenha te ajudado a te aproximar da solução, mas lembre-se: nunca vire as costas para seu filho. Próximo a ele, você poderá ajudá-lo!

E claro, procure ajuda profissional caso você perceba necessário.

Anônimo disse...

é Gente não é nada fácil mesmo, sei o que todos passam. No meu caso eu nunca cheguei a ficar com homens, mas na infância tive aquelas brincadeiras de meninos, aquela coisa que parece inocente, mas que começa a despertar os desejos sexuais na gente. Sempre fui evangélico, me batizei em Outubro do ano passado. Desde aproximadamente uns 9 anos achava homens bonitos e me imaginava fazendo coisas com eles, na maior inocência sem achar que estava errado. Hoje tenho 17 anos, e quero vencer isso, não aguento mais, oro muito pra Deus me ajudar. Caí em tentação inúmeras vezes entrando na internet e me saciando com vídeos eróticos homossexuais, e me masturbando. Sinto muito tesão por homens, mas estou tentando evitar ao máximo. Já entrei em chats sexuais, e marquei com pessoas, mas nunca tive coragem de ir, e já tive oportunidades de fazer essas coisas, mas minha consciência apontava automaticamente que eu estava errado. Hoje dentro da igreja estou bem, me sinto bem na presença de Deus, e não quero jamais me desviar por vícios da carne. Deus é tudo pra mim. Estou pensando em namorar uma menina, e acho que nos gostamos. Agora é esperar no que vai dar. Espero também que dê certo e eu consiga esquecer isso que sinto. No mais, sempre vou à igreja, e sempre estou orando para que Deus me ajude a parar de sentir isso. Alguns amigos meus sabem, mas são pouquíssimos. Quero o mais rápido possível deixar de sentir isso. Quero vencer em nome de Jesus. Desejo sorte a todos. Abraço!

Anônimo disse...

Situação muito difícil a sua. Não sei muito o que dizer, mas acho que deves procurar um profissional competente, com certeza com a experiência teórica e prática que ele tem, te ajudará a conduzir da melhor forma possível essa situação.

Anônimo disse...

Bem gente, acho muito interessante vocês lerem minha história. Venho de uma família evangélica, não só meus pais como todos, avós, tios, tias, primos e etc, na minha infância meus pais não me deixavam brincar com outras crianças, que não fossem da mesma religião, eu nem tinha muito acesso, eu sempre brincava com um primo que sempre puxava pro lado feminino, me convidava a brincar de bonecas, fazer vestidos, brincar de casinha, fazer cabelo com panos e etc, com o tempo ele foi me ensinando coisas, que não era a idade certa pra se aprender, fizemos muitas coisas juntos, mas no fundo eu sempre soube que não era certo, crescemos e comecei a ter desejo por homens, na escola não tinha amizade com meninos, pois sempre me privava muito disso, tinha medo que me excluíssem, mesmo eu não fazendo nada eles logo me excluíam e as meninas sempre me defendiam em discussões e etc, nunca me via namorando uma garota, queria apenas amizade delas, mas sentia nojo de beija-las, de fazer sexo, nos meus pensamentos eu sempre me imaginava sendo o passivo, e isso me deixava muito mal, como que eu podia ser assim? esse tempo todo na igreja buscando a libertação e NADA. O tempo foi passando e tudo isso fui guardando dentro do meu coração, não conversava com meus pais sobre nada disso, odiava que me perguntassem sobre garotas, e odiava quando me pressionavam a namorar com alguma menina. Com 17 anos sai literalmente da igreja, que na qual tinha meus compromissos com jovens, grupo de louvor e etc, foi a primeira vez que comecei a ter relação com homens, ficava com vários em uma noite, eu nem me reconhecia mais, pois aquele garoto não era eu, eu nunca e jamais faria tudo aquilo, até drogas eu usei, coisa que nunca passou pela minha cabeça nos tempos que estava na igreja. Eu tinha uma dor de cabeça terrível desde os 14 anos, que me dava de mês em mês, as vezes de semana em semana, fiz todo tipo de exame, até tomografia em 3D e nada constava, o medico dizia que era enxaqueca e que não tinha cura, mas o tempo que fiquei fora da igreja (foram uns 4 meses) a dor não apareceu, eu fiquei perfeitamente bem, mas não estava feliz com o que eu fazia, ia em baladas GLS e sabia que ali não era meu lugar, comecei a ficar depressivo, não sentia mais prazer em satisfazer minhas vontades, nada daquilo tinha graça, havia perdido muitos kg devido as drogas que tava consumindo, foi quando senti de voltar pra igreja e recomeçar TUDO DE NOVO, assim que voltei pra igreja as dores de cabeça voltaram, voltaram bem pior, tinha vezes que só MORFINA aliviava a dor e comecei a achar tudo isso muito estranho.

Anônimo disse...

(continuação) No ano passado comecei a namorar uma garota, foi a minha primeira namorada e meu primeiro grande passo pra mudar minha vida que até então estava acabada, e ela começou a me fazer esquecer do passado, e descobri algo em mim que nem eu mesmo sabia, mas eu sentia e ainda sinto muito tesão por mulheres, atração mesmo, ou seja, descobri que não era HOMOSSEXUAL, que algo havia mudado, pois até então não sentia desejo por ver uma mulher nua, por peitos, bundas, e muito menos o órgão genital da mulher, depois que comecei a namorar diversas vezes me masturbava vendo filmes pornôs de mulheres se masturbando, de lésbicas, sentia uma vontade louca de entrar no filme e 'comer' elas, é, pessoal, nunca me imaginei pensando isso, mas pra mim isso era ótimo, não vou mentir em dizer que não tive recaídas, mas foram poucas vezes que durante meu namoro senti vontade de abrir um site gay e assistir homens tendo relações, e quando a vontade vinha, eu sempre lutava e acabava abrindo um site de lésbicas e ali me masturbava, mesmo as vezes não sentindo vontade de ver elas. Esse ano duas vezes me deu uma dor de cabeça, que na qual acabava indo pra cadeira de rodas, pois ficava com o corpo dormente e a dor era insuportável, decidi procurar ajuda de uma mulher que conhecemos, ela é uma profeta de Deus, não sei como, quando e de que jeito ela sabia tudo da minha vida, disse que meu coração estava trancado e havia coisas que tinham que ser resolvidas, coisas que ficaram no passado, que eu era uma pessoa muito fechada, que tive uma infância conturbada, que havia algo, algo que me perturbava e perseguia, disse que minha dor na cabeça era algo que o Diabo me acusava, e era pra mim confessar tudo ao meus pais, a minha namorada, que se ela me amasse de verdade, ia aceitar numa boa e ia me ajudar a mudar, então foi exatamente o que eu fiz. Hoje estou bem, tenho minha namorada, tenho uma família que me ama e que sabe tudo que aconteceu na minha vida, não tenho mais motivos pra ter medo, insegurança, pois o que importa é agradar as pessoas que me amam, e não a plateia que só quer ver o seu fracasso, a única coisa que tenho a dizer as pessoas como eu, é que SEJAM FORTES, tementes a Deus, quando vier o desejo em suas cabeças, expulsem, peçam direção de Deus, força, garra e fé, porque só ele pode mudar, o processo é lento, tem que ter paciência, leiam a bíblia, pois o tempo que busquei ajuda de Deus, foi ali que muitas vezes ele falou comigo, me deu direção, ele que cura, salva, liberta e transforma, eu tinha muitos vícios como a masturbação, hoje não sinto falta, não sinto falta de ver vídeos pornôs na internet, quando vejo uma foto ou algo assim, é claro, nós seres humanos, falhos, já vem algo na cabeça, mas posso dizer que pra quem não sentia nada por mulheres hoje sou um Heterossexual, sinto desejo, atração, prazer, a única diferença de nós para os que são héteros é que temos que aprender a ser heteros, e sim, tem cura, só lembre-se, se você mesmo não se ajudar nada vai dar certo, e se você ficar esperando pela cura do HOMEM, não vai achar, só Deus. Eu ainda estou num processo de transformação, continuo na minha campanha, e sei que Deus tem muito mais pra fazer em minha vida e creio somente nele, apenas entreguem suas vidas a ele, e uma coisa que levo sempre comigo: MENTE VAZIA, OFICINA DO DIABO, ou seja, sempre procurem algo pra fazer, evitem ficar pensando nisso, ajuda muito. Espero que assim como eu, muitos possam ter suas vidas libertas e viverem felizes, dentro dos caminhos do nosso senhor e salvador Jesus. Fiquem na paz...

Anônimo disse...

Anônimo27 de maio de 2013 02:17

Muito obrigada. Que Deus te abençõe pelos conselhos. Já fiz as pazes com ele. Meu coração ficou muito triste com tudo isso, mas agora estou melhor. Conversei muito com os dois, muito. O mais novo disse que a culpa foi do mais velho, o mais velho(10) é que tenho que prestar mais atenção. Mas não sei como fazer para ajudá-lo. Não sei se separo eles de quarto, se tiro o computador ... não sei. Estou pedindo a Deus para ele me guiar. Eu sempre levo ele para a igreja todos os domingos. Peguei aquele capítulo de Romanos Cap.1 e vou explicar para eles. Obrigada pelos conselhos, minha cabeça já esfriou.

Anônimo disse...

Também quero deixar esse mal terrível! Confio em Deus e sei que nele posso depositar todos esses sentimentos que me angustiam. E disse o Senhor:

"Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e meu fardo é leve."

Por favor orem por mim!

Anônimo disse...

Parabéns pelo site, parabéns aos testemunhos sinceros e corajosos que aqui estão!

Anônimo disse...

Li vários comentários.

Também li o artigo que fala sobre como a psicanálise trata o assunto.

porém por experiência própria eu me reservo o direito de associar essa tendência também ao lado espiritual.

Eu nunca fui gay, muito menos tenho afeição natural a parceiros do mesmo sexo. sempre namorei mulheres, sinto prazer nelas e sou casado com uma.

porém eu sempre me culpei internamente e me reprimi psicologicamente caso achasse um homem bonito ou andasse de certa forma rebolando.. ou seja com trejeitos femininos por achar que isso era coisa de boiola.

Isso me incomodava na minha adolescência pois considerava ato pecaminoso como hoje sei que é.. ter um pensamento homossexual ou coisa do tipo.


Porém nessa atormentação psicológica eu respondi a essa atormentação como se fosse uma conversa, coisa estranha que não sei explicar mas foi como se mentalmente estivesse conversando com alguém e falei assim

Não adianta tu me atentar com isso pois não irás conseguir.
Eu ouvi com uma clareza impressionante uma voz que não identifico de quem é a seguinte resposta.

"Tudo bem, se com isso não conseguirei atenta-lo, te atentarei com morte"

daquele dia em diante eu percebi que algo espiritual estava me atormentando e sendo assim não deixo desde então considerar que tais comportamentos são induzidos ou sugestionado por algo espiritual.

Imagino que as pessoas atormentadas sentem culpa por sentir algo que é desaprovado por Deus.

E deixo claro que Deus... e quando falo Deus.. falo do único que trata esse tema como pecado.. detesta ato sexual.

Deus de abração já destruiu 2 cidades pecaminosas que se chamavam sodoma e gomorra.

os homens de sodoma eram tao inflamados em sua homossexualidade e sem respeito ao proximo que ao verem os dois anjos que foram mandados a casa de Ló, esses homens tentaram abusar sexualmente dos anjos.

Ló vendo aquela situação, para ver da seriedade da perversidade desses homens Ofereceu suas duas filhas virgens para esse.


Então deixo claro a vocês que sofrem... Não se engane com essa afirmação mentirosa que tu sempre serás gay... Sua alma não nasceu homossexual e você não tem genoma gay... Deus é perfeito em sua criação e tu nasceu para ser o ser biológico a qual nasceu. nasceu Homem. então tu nasceu para ser homem e assim a mulher para ser mulher.

Ore! pois as ordas de satanas esta ai para fazer você acreditar em uma mentira que resultará sua morte eterna...



Pri....Respeitando a todos disse...

Parabéns ao elaborador do blog,sou lésbica,assumida e não tenho menor problema com minha sexualidade....respeito cada um,desde que seja recíproco..e achei muito legal..pois as pessoas que se sentem incomodadas com a sua sexualidade aqui podem expor oque sente e encontrar derrepente um conforto e resposta para suas perguntas..acredito muito em Deus pois ele sempre me escuta e atende minhas preces...Esse blogo deveria ser mais divulgado porque sei que com certeza ajudará a muita gente,...forte abraço e fiquem com Deus!

Anônimo disse...

Boa noite pessoal. Sou de Goiania e tenho 25 anos e vou contar aqui um pouco rapido, para desabafar, sobre o que - infelismente - aconteceu comigo onde virei um bisexual. Quando era pequeno, fui violentado por um vizinho adulto, onde no momento achei aquilo muito ruim e muito estranho, só que meu pai não foi muito proximo, então eu acho que essa deficiencia de ter uma pessoa do sexo masculino me apoiando fez eu desejar homens. Tive experiencias com homens mais foram coisas momentaneas. A maioria das vezes eu não queria uma compania para sexo, e sim para ficarmos apenas juntos. Resumindo, hoje tenho vergonha do que ja fiz, não tenho dinheiro para pagar psicologo, estou me afastando dos meus amigos por ser o que sou, e sofro muito calado, sem ter ninguem para contar.
Desabafo isso aqui, e queria muito ser curado disso e ser feliz como todos ao meu redor são. Desabafei aqui com voces, e peço desculpas se falei algo que desrespeitou alguem. Deixei anonimo para obvio ninguem saber quem sou, mais coloquei a cidade porque vai que tem alguem aqui nesse blog que tem o mesmo problema e sentimento e que nos ajudemos. Grande abraco a todos.

Mateus disse...

Oi, isso acontece comigo tbém, me sinto um lixo. Tento não ter estes tipos de reação, mais parece que e mais forte do que eu. Sempre caio em pecado, depois tenho vontade de mim matar. Me sinto um lixo.

Anônimo disse...

meus amigos se apega mais adeus comerça a ouvi musica gospel isso ajuda muito pedi adeus tb abraço deus bençoe vcs

Anônimo disse...

boa noite tenho 41 anos sofro com isso amuito anos gosto de mulher mais meu desejo é mais por homem jovem ja fui na igreja procurando mim curar mais ater hoje continu o mesmo sofro muito mais mim apego muito adeus serar ki esiste cura para isso mim ajude deus abençoe

Anônimo disse...

Vi minha historia em muitas dessas citadas acima. Tenho pavor quando penso no futuro, pois já tenho 26 anos e está chegando uma hora que não tem como esconder mais isso. Quero casar e ter filhos, mas as vezes que tentei ter relações sexuais com mulheres falhei e outras vezes não. Mas sinto um desejo muito grande por homens e quero muito deixar de sentir isso. Me assustei com depoimentos de pessoas que disseram que essa luta é até o fim da vida. Não quero sofrer anos intermináveis lutando contra isso, quero me curar e viver tranquilo. Por favor, alguém que vive hoje mais tranquilo em relação a isso e deixou de sentir desejo sexual por pessoas do mesmo sexo, me diga qual melhor forma de fazer isso.

Anônimo disse...

Olha, eu acho que a primeira coisa a se pensar é que não se trata de "anos intermináveis" de vida. Sejamos honestos, esta vida tem fim e nós viveremos no máximo 70, 80 anos (e eu estou sendo otimista). É sim uma luta até o fim da vida. Tenho quase a mesma idade que você. Tenho 25. Eu acho que você deve abrir a sua mente para uma coisa chamada "eternidade". É para ela que devemos olhar. Eu sei que neste caminho da vida nós vamos cair muitíssimas vezes. Mas o importante é se levantar sempre. Eu acho também que se você nunca praticou sexo com homens é melhor que você não pratique porque aí a escravidão será mais pesada. Tente ler livros sobre espiritualidade cristã. Leia "A imitação de Cristo", de Tomás de Kempis. É um livro ótimo, eu direi que é Deus mesmo que fala naquelas páginas. Amigo, pense que esta vida tem fim e ao final você deverá prestar conta dos seus atos. A própria Igreja Católica diz que não é pecado ser homossexual. O pecado está em praticar o homossexualismo. Com certeza é uma vida difícil a nossa. Neste caminho, só Deus que é o nosso auxílio. Só Deus torna minha vida suportável. Deus guarde você e sua família.

Anônimo disse...

Eh complicado, eu estou tentando tmb!
e por mais dificil q seja tudo depende da sua decisão!
vai ser dificil.. e muito!
mas eh melhor vc decidir isso agora do que mais tarde...
depois q vc entra de vez e muito dificil de sair!
imagina o quanto eh difícil agora e triplica!
eu me arrependo d n ter tomado essa decisão no começo sabe...
eu sei q seu post eh antigo.. espero q tudo tenha dado certo!
e se apega em DEUS pq ELE é o cara!


Bjo
(JUliana)

Anônimo disse...

Oi meu nome eh Juliana, eu tenho 25 anos...
e as coisas tem cido complicadas pra mim! faz +/- 2 anos q estou tentando mudar...
mas sempre tenho recaídas, eu sempre quase fico , ou começo me envolver mas ai caio em mim e paro...(nesse tmpo nunca cai tipo fisicamente, mas quase)e nisso
acabo machucando outras pessoas e a mim msma!
faz alguns meses q parei.. mas eu me machucava tmb.. tipo o eu corpo! me cortava.. ficava toda machucada, tenho me controlado muito!
tmb penso em me matar como muitos aqui, e eh complicado conviver com isso!
e de verdade se nao fosse pecado eu ja teria feito isso!
por que estou cansada... tenho pessoas q tentam me ajudar, e agradeço a DEUS por elas, mas elas n me entendem, por q nem tem como! e tmb nao podem fazer muita coisa! mas sou grata pelo esforço deles...
eu n quero voltar as msmas praticas, nao quero!
Meu sonho eh ser normal, conseguir amar um Homen, casar ter filhos ser feliz!
fiquei feliz por encontrar esse blog, pq encontrei pessoas q sentem, e passam o que passo!


giselilana disse...

ola amigos....gostaria de deixar meu apoio e anima-los tenham fé te me ajudado a vencer meus gigantes,creiam no Senhor Jesus confiem nele e o mais ele fará,o processo e grande mais o Senhor nós capacita,nele somos mais que vencedores,não desistam,lutem,o senhor e com vcs,não parem!Deus não gosta dos que retrocedem,sejam perseverantes,jacó lutou e conseguiu ser abençoado,lutem tb,pois Deus os ama, mais ele tem um tempo para dar fim a nossa prova,enquanto isso mostrem-se obstinados a serem livres,eu sei que não e fácil,mas comecem não assistindo mais "tais"videos,isso ajudará a ir matando aos poucos esse gigante interior,Deus de dará força,com o tempo se vc não alimentar sua mente com coisas impuras os desejos vão diminuindo,orem muito alimente o espirito e ele certamente vencerá a carne,ore,fale com Deus seja sincero (até porque ele sabe oque se passa mas ele precisa ouvir da tua boca)Deus vai te tirar do teu egito e vai abrir o mar da tua vida pra vc passar, e logo após vai submergir seus problemas,e vc será livreeee,se apegue em Deus com toda s sua força ele diz"clame a mim e resporderte-ei coisas grandes e ocultas que tu não sabes..basta clamar,crer e lutar afinal ele tb disse ao povo d Israel "por que clamas a mim,diga ao povo que marche"saiba a ora de clamar e a hora de marchar...na hora que a vontade vier marche por cima dela não se de deixe levar,quando o pecado surgir na mente ore,clame...certamente se vc alimentar o espirito a carne vai morrer inanicida sê forte e corajosos!!!! precisando conversar me mande email giseliw.neves@gmail.com abraços VENCEDORES!!!!

Anônimo disse...

a reportagem acima não fala nd sobre Deus, mas td bem, oq quero dizer éq com Deus fika bem mais facil lutar, pois ele alivia o jugo.... sou cristão evangélico e luto contra a homossexualidade, quero dizer que luto contra isso à 4 anos... é dificil, mas estou vencendo (glória a Deus). é tão bom encontrar apoio na igreja. falei com meus pastores e eles nunca me olharam torto, me instruiram me direcionaram e agora estou mais forte. nao estou 100%, mas agora tenho forças pra lutar contra a tentação e ajudo outras pessoas sempre q surgem oportunidade. nao desistam... vcs acreditam q ate compor musica eu aprendi (dom q Deus me deu)... atraves das canções eu louvo ao Senhor e expresso a minha dor, minhas frustrações e alegrias... tão bom sabe q Deus esta ao lado da gente...a homossexualidade é um pecado como outro qualquer e Deus está disposto a nos perdoa e curar basta acredita
♪ Eu só quero te adorar
entregar minha vida no Seu altar......

Anônimo disse...

Olá Juliana e todos que queiram ter a sua sexualidade recuperada, como homem e como mulher,
Homossexualismo tem cura. Procurem na internet sobre o Dr Richard Cohen. Ele é Psicoterapeuta. Ele mesmo viveu o homossexualismo mas não desistiu de seu sonho de ser um homem, casar e ter filhos.(Ele é casado e pai de 3 filhos)
Ele tem um livro maravilho, (traduzido para o espanhol) que conta o testemunho dele e como você pode curar a sua sexualidade.
Tem sites que tem esse livro para ler.
Que Deus abençoe a todos !
LIVRO:
«Comprender y sanar la homosexualidad»? autor Richard Cohen

Anônimo disse...

Boa noite! Eu tenho lutado por muito tempo contra esses sentimentos horríveis que é ter atração por pessoas do mesmo sexo. Sou religioso, e tenho muita vergonha de tudo isso. Cansei de pedir a Deus para que me tire daqui, dessa habitação. Eu acho muito injusto essa luta, pois ela é totalmente desigual. É um tormento, uma batalha sem fim, e incompreensível. Somente Deus sabe a dor e a batalha que travamos no coração por causa disso. Saber que Deus sabe disso me dá um pouco de animo, mas a tristeza não passa. Vivo sozinho nesse mundo, nesses segredos, e o pior o modo como as pessoas ao meu redor, me olham sobre isso, a desconfiança que tem que eu sou gay, me machuca muito. A melhor hora que eu tenho no dia é quando estou dormindo, porque esqueço que existo. Todos os dias quando acordo, eu sei que o tormento está iniciando. Não estou tendo mais forças pra nada. Não quero levar essa vida, não é isso que planejei na minha vida, mas confesso que estou começando a pensar em desistir de tudo. A batalha é enorme, e não percorri metade do caminho ainda. Só sei que isso é injusto de mais. Esse blog tem me ajudado um pouco, e estou escrevendo isso para agradecer. Continuem lutando! Estamos juntos nessa batalha!

Anônimo disse...

Bom,fui criada em lar evangélico, hoje tenho 15 anos, e já faz bastante tempo que sinto desejos homossexuais. Realmente na fase da infância já sentia... com 6,7 anos me lembro que sentia atração por minhas amiguinhas, mas pensei que logo passaria. Então fui morar em outro estado. Aos 11, eu não tinha seios comparado as meninas da minha sala (eu sei que isso foi algo muito infantil da minha parte),e até aí tudo bem, mas quando começaram surgir piadinhas, bullying, frases como: "Você pra ser menino só faltava ter penis, porque seios já não tem" eu nem tinha respostas,na verdade eu tinha muitas dúvidas. Então comecei a pesquisar mesmo no computador(ao invés de perguntar aos meus pais), sobre a evolução dos seios. Lembro que nessa época, existia um jogo chamado habbo,talvez até exista ainda, e nele conheci muitas pessoas,e algumas eu adicionava no msn, que era a rede social da época. Eram sempre pessoas da minha idade ou um pouco mais velhas, 15 ou 16,e meninos. Conversávamos bastante, então um dia um falou comigo: "nossa, você tem seios pequenos, se você se masturbar eles crescem mais rápido",eu não sabia o que era isso, mas era a "solução dos meus problemas", foi então que ele me enviou um video pornografico. E daí por diante,não consegui sair disso. Tentei muito. Falava:"Nunca mais vou voltar a fazer isso." pedia perdão a Deus, mas passava-se uma semana, e lá estava eu, debrulhada no pecado novamente.Passou-se um ano, eu resolvi apagar o email,e parar com o contato com essas pessoas, excluí tudo, nessa época tinha 12 anos,logo depois veio minha primeira menstruação uma semana antes dos 13. Foram passando os tempos,os anos até que eu chegasse no ensino médio, aos 14 anos, exatamente no ano passado e o homossexualismo voltasse mais fortemente contra mim. Aos 14 anos senti fortes pressões psicológicas no colégio - de mim mesma e das meninas da sala testando minha sexualidade - lembro que chegava em casa e disfarçava choro, pra que meus pais não vissem. Mas quando fechada a porta do meu quarto me perguntava: "Deus, porque comigo? Tem tanta gente no mundo e logo eu." Essa foi a época em que desacreditei totalmente em Deus, que dizia comigo "Se é que Deus ama mesmo, porque diz que homossexuais não herdarão o reino dos céus?", hoje talvez eu saiba a resposta pra isso. Deus ama o pecador, mas abomina o pecado. Então não importa a condição de homossexual em que me encontro - pecador - mas sim de praticante do homossexualismo (como masturbação também) - pecado -. Eu tive e tenho muita atração pelo sexo feminino, mas nunca tive a coragem de praticar o homossexualismo, eu quero muito que Deus me cure, que tire todos esses desejos que me afastam de novo Dele. Eu, apesar de tudo, creio que não nasci assim,as vezes eu também sinto atração pelo sexo masculino. Só queria ser mulher completamente,e em desejos também, unicamente pelo sexo masculino. É muito difícil, mas eu creio que Ele ainda vai fazer uma obra em mim. Estamos juntos nessa luta!

Anônimo disse...

Antes de tudo quero parabenizar todas as pessoas que estão expondo seus problemas e lutando contra isto, pois muitos preferem aceitar e se voltam contra outros que tentam aconselhar. Quero dizer a todos vocês que relutam contra este mal, que são todos mais que vencedores em cristo Jesus.

Anônimo disse...

Diz as escrituras q o impossivel dos homens são os possíveis de Deus!!Apenas tenham confiança na Palavra de Deus!!Repita para todo o universo ouvir as palavras de Paulo:Mas eu sei em quem tenho crido e estou bem certo q é poderoso para guardar o meu tesouro... Lembre das palavras de Jó:eu sei q meu Redentor vive...

Anônimo disse...

oi,sou menina e venho sofrendo muito.Quando pequena,sempre gostei de meninos.Mas algo mudou...mudei de cidade e fui morar na mesma cidade de minha prima,eramos muito amigas,tinha mais ou menos 8 anos.Comecei a ter uma relação diferente com ela,brincavamos de "família", eramos "namorados" e eu era o "homem" da relação,nos beijamos e ate fizemos coisas que,na época não sabia que era considerado homossexualismo.Depois de um tempo voltamos para minha cidade natal e segui minha vida normalmente,ate descobrir no que eu havia feito.Nunca contei isso para ninguém,ate porque meus pais são muito católicos e não sei como reagiriam.Isso me deixava constrangida,pois eu sofria(ou sofro) e não podia contar para ninguém.Nunca cheguei a conversar sobre esse assunto com minha prima,ate hoje somos amigas e nada disso aconteceu novamente.Mas eu mudei muito minha atitude para pior,acredito que isso deve ter acontecido pelo fato de eu ter perdido um primo,muito querido por todos..ele morreu aos 7 anos atropelado.Isso mexeu muito comigo..venho tentando ate hoje preencher esse vazio.E como faço isso? tenho ate vergonha de falar..vejo fotos e vídeos de mulheres nuas e me masturbo.Sei que isso é errado,mas não consigo parar.Eu sei que gosto de homens,pois me sinto diferente ao lado deles e ate já me apaixonei por vários meninos. O que realmente me incomoda é eu não conseguir deixar esse vicio mesmo gostando de homens.Nao sei mais o que fazer,vou a missa todos os domingos e sempre digo "eu vou mudar" mas isso nunca acontece.Realmente necessito de ajuda,tem dias que minha mente pesa tanto que chego a pensar em me matar.

Vando pereira duarte disse...

por favor tem alguem pra me dar força pra sair desse pecado de homosexual

Anônimo disse...

Estou vivendo nesse sofrimento de ver um filho desde pequeno indo na direção contrária, não converso sobre a situação dele com nimguém, como se nimguém notasse (acho mais facil enfrentar assim) mesmo ele sendo adulto. O preconceito dentro da familia é enorme e o pai que nem ve nada ou finge que não ve. Vivo afastada de todos(pelas piadas quando chego perto)mas sou amiga e conselheira de meu filho, O que faltou? Apoio de pessoas amigas de verdade dentro da igreja(pois é!!)E como foi dito acima.

Anônimo disse...

Prezado Anonimo de 23 de fevereiro 04:57: Magnifico seu depoimento e clareza de escolha. Tenho um filho na homossexualidade e agora com virus HIV. venho lutando a anos em oração para que ele seja tocado pelo Espirito Santo e repense sua vida. Ainda tenho esperanças que Deus o transformará, isso é o que me sustenta. concordo com voce, que o sofrimento nos aproxima de Deus. Abraços querido.

Anônimo disse...

Anonimo de 05 de abril 00:38 : E eu fico feliz por sua luta e discernimento. Estamos orando por voces todos. A oração nos fortalece em nossos movimentos espirituais e nos ajuda em nossa caminhada. Abraços

Anônimo disse...

Prezado 24 de abril de 2013 21:54. Voce ainda é bem jovem, e já tem discernimento que não deseja a vida homossexual para si. Esse é o primeiro passo é voce já o tomou. A caminhada é sua meu querido, as pessoas podem somente ajuda-lo e acompanhar, mas os passos são seus e voce consegue. trata-se de um caminho longo e penoso, acredito, mas não impossivel a restauração de sua identidade sexual. A orientação espiritual de alguém mais velho é importante e se possível um psicologo que o ajude não a aceitar a homossexualidade, mas sim curar suas feridas internas. Mudanças no estilo de vida são necessárias, como por exemplo não frequentar somente grupo de meninas. Diversifique.. voce é forte rapaz, pois já tomou o primeiro passo. Deus te acompanhe.

Anônimo disse...

Querida mãe de 24 de maio 2013 00;58 Ainda é tempo sim, de desviar seu filho desse caminho. pelo seu relato, ele é uma criança com uma sexualidade maior, o que não é anormal, mas desenvolve mais ansiedade pelo sexo. Como se sente inferior e rejeitado na escola, acaba pegando o caminho errado. Não tiro sua dor e desespero, eu também estaria. Mas vejo como bem positivo voce ter visto o que viu, pois foi dentro de sua casa e muito embora haverá sequelas disso (com o irmão mais novo é cruel) voce também tem o possibilidade de começar a trabalhar nisso. pior seria se ele estivesse fazendo com amigos e voce so viesse a saber quando a pratica tivesse se consolidado na vida dele. Orar é necessário pois nos fortalece a agir, mas procure um psicologo cristão (que não irá faze-lo assumir uma homossexualidade que nem existe) para acompanhar seu filho, é essencial.
Sou mae de um filho homossexual e ainda não perdi a esperança que ele saia desse mundo de trevas. Conversando com um médico que também dá orientação sexual a jovens, foi colocado que não é tão anormal o comportamento de seu filho, por pior que pareça a nossos olhos de mãe, mas que é fundamental um acompanhamento sério nesses casos. Dá para reverter sim, acredite, mas a partir de agora voce terá que reciclar-se para poder ajudar seu filho. Nao o despreze por favor, ele precisa de muita ajuda e provavelmente esta envergonhado. entre em contato comigo, se quiser lorienetelra@yahoo.com.br Abraços

Anônimo disse...

Gostaria de contar meu relato aqui, tenho 28 anos, sou casado ha 3 anos e ha uns dois comecei a me relacionar com homens. No inicio eu conseguia ter relações com minha mulher e com homens também, só que agora esse desejo homossexual tá muito forte, já tentei parar mas não consigo. Preciso de ajuda urgentemente, não aguento mais essa vida, já pedi a Deus de todas as formas para me livrar disso, estou desesperado. Alguém me de uma luz por favor.

Anônimo disse...

Mas por que você começou a se relacionar com homens? Eu acho que a primeira coisa que você tem que fazer é tentar se colocar no lugar da sua esposa. Você tem que tomar consciência de que está duplamente errado: 1) Você está errado porque é casado e está traindo a sua esposa; 2) Você está errado porque está cedendo aos desejos homossexuais. Eu te digo com toda a certeza que é muito, muito, muitíssimo difícil frear os desejos. Eu tenho 25, sou virgem. Durante uma boa parte da vida eu pratiquei o ato de masturbação como forma de suportar tudo. Sou mais um daqueles enganados pelo discurso médico e psicanalista que diz que a masturbação é um ato saudável. Não é saudável nada. Isso gera um vício maldito. Chega um momento em que você não suporta mais essa imundície. Aí você percebe que se tornou escravo daquilo. Imagina o esforço que é você lutar contra isso? Nos primeiros dias você está com toda a disposição para suportar. Mas com o passar das semanas a tentação aumenta mais e mais. Eu já estou sem praticar há dois meses. Eu decidi não casar; decidi morrer assim, lutando. Antes isso me fazia sofrer. Hoje não me faz mais. Esta vida vai passar mesmo. Eu só não quero perder a vida com Deus, essa sim é eterna. E é isso que me dá forças para lutar. Então, meu amigo, peça perdão a Deus do fundo do seu coração. Não pense que as coisas são fáceis. Não é da primeira vez. O primeiro passo é que você decida abandonar isso. Este é o grande passo. Depois disso você cairá outras vezes. Mas se você estiver decidido do fundo coração a abandonar o vício, você se levantará de todas as quedas. Cada vez que você diz não ao vício você prova o seu amor a Deus. Não dê chances ao demônio. Não vá para lugares onde a tentação possa te possuir. Não veja coisas que estimulem o seu desejo. Fuja de tudo isso! Jesus mesmo quem disse que a porta que leva à salvação é pequena e apertada. Em seguida ele disse: mas a porta que conduz à danação é espaçosa e são muitos aqueles que por ela passarão. Isso significa que só nos salvaremos às custas de muitos esforços. Não é fácil para ninguém. Não sei se você gosta de ler. Se gostar, há uma literatura vastíssima que nos é muito útil. Veja, por exemplo, os livros "Confissões" de Santo Agostinho e "Cristianismo puro e simples", de C. S. Lewis. Esses são dois exemplos de uma infinidade de bons livros. Eles têm sido meus melhores amigos. Esses livros que te falei não são de autoajuda, não gosto deese tipo de livro. São livros que falam sobre Deus. Aproximando-nos de Deus vemos como Ele é santo e como aquilo que Ele nos pede é tão pouco. Sem Deus não adianta lutar porque sem Ele a vida não tem sentido nenhum. Olha, a oração tem me ajudado muito. Antes quando eu lia alguns livros que recomendavam a oração, eu fazia pouco caso e não dava importância. Mas hoje eu vejo que a oração é muitíssimo eficaz. Na oração você fala com Deus. Tente rezar pelo menos durante 1 hora por dia. É claro que logo no primeiro dia você não conseguirá isso. Encare como se fosse uma academia. Você começa rezando 5 minutos num dia, depois 10, depois 15 e assim por diante. Com o tempo, você criará uma afinidade com Deus e 1 hora já não será suficiente. Por favor, não pense que eu estou me colocando na posição de juiz ou de árbitro. Não estou julgando você. Como eu poderia te julgar se eu sofro da mesmíssima coisa que você? O que falei foi baseado na minha experiência e nas minhas quedas. Amigo, espero que Deus te dê forças para lutar e para vencer isso de uma vez por todas. Não há remédio humano para o mal do qual padecemos. A solução não surge da noite para o dia. Você só conseguirá suportar tudo se estiver unido a Deus. Lembre que você tem um Senhor para o qual você tem que ser fiel. Você tem que se deixar seduzir somente por Jesus. Seja mais frequente na missa, comungue (antes disso se confesse), leia a Bíblia e ore com toda a força do seu ser. Chega dessa vida de escravidão! Se liberte disso! Todo dia eu repito essas palavras para mim mesmo. Espero ter ajudado você. Um abraço.

Elisangela disse...

Bom dia a todos! Tenho um filho de 05 anos que ultimamente tem apresentado uns gestos incomuns, tipo: dança com muito requebrado, fala fino, e quando o deixo sozinho assistindo tv eu pego ele de surpresa acariciando o seu próprio anus. Estou muito preocupada, pois não gostaria que meu filho virasse homo. Tenho dois casos na minha família, um é meu sobrinho(filho do meu irmão) e outro é meu tio(irmão da minha mãe).
Gostaria de um apoio, estou muito confusa.

Anônimo disse...

No meu caso, eu tinha forte atração por homens, tentei resolver de todo jeito mas nao deu, ate q eu encontrei A FÉ EM DEUS, tive fé total em mim e em DEUS, passou 3 meses e eu ja tava sentindo atrações por mulheres.

Hoje só sinto atrações por mulheres, estou curado, tenho filho estou felizzzzzzz.

TENHA FÉ TOTAL EM VC E EM DEUS, SÓ ISSO, tomara q esse testemunho ajude vc

Anônimo disse...

Nunca falei sobre esse assunto com ninguém ... mas depois de ler bastante esse blog , tenho uma outra visão para o meu futuro . Não quero ser gay , é muito difícil para mim lidar com isso, sinto pouca atração por mulheres , e meu desejo maior é por homens ... na minha infância fui convencido por um primo mais velho a fazer sexo com ele , e no dia seguinte contei tudo para minha mãe , eu não tinha ideia de que aquilo foi tão errado , minha mãe chorou muito e passou a me olhar como uma aberração , chegou a me desprezar , como se não tivesse orgulho de mim ... depois ela passou a ser super protetora comigo , não deixava eu me socializar com outros garotos , eu era proibido de ter amigos homens . Então eu passei a andar somente com meninas e acabei ficando com um jeito de garota , ate ir desenvolvendo um desejo súbito por homens . Meu relacionamento com meu pai foi muito conturbado , ele era machista e usuário de diversas drogas , costumava ser agressivo com minha mãe ... até que um dia ele foi embora de minha vida . é como se ele amasse mais as drogas e as amantes do que o próprio filho e a família . Atualmente eu sofro muito , já pensei em me matar , mas essa não é a solução , eu quero ter uma família , uma mulher e vários filhos e ter um lar feliz ... mas esse desejo homossexual que existe em mim me deixa muito perturbado , não me vejo casado com um homem e com filhos adotados , e muito menos ser submisso a um homem que possa ser igual ao meu pai . Para mim o homossexualismo não pode ser normal pois é ilógico , todo ser vivo tem a função de perpetuar espécie (reprodução) , e o homossexual fere esse principio . Eu quero ser masculino , acho ridículo os trejeitos afeminados , e agora que o primeiro passo foi dado , sei quais são os meus medos e frustrações do passado , tenho que superar tudo isso e enfim conseguir a normalidade sexual.

Anônimo disse...

eu queria muito ser hetero, já passei por muito problemas, já me cortei, não tenho amigos e evito sair de casa, eu deixei de estudar há algum tempo por que eu ficava com medo que as pessoas percebessem que eu era gay, Eu não quero ter que passar por todo o bullying que passei na escola. Tenho 20 anos e sou virgem, há um ano atrás eu coloquei anúncios na internet de que queria conhecer homens mais velhos e ter relações sexuais, cheguei a marcar um encontro com um homem mas de ultima hora desisti. E hoje vejo que eu fiz a coisa certa se for pra me envolver com homens, prefiro continuar virgem, eu não sinto atracção por mulheres, por isso não consigo me ver casado, apaixonado, muito menos com filhos. Sou muito timido, introvertido, sempre tive amizade com as meninas e vejo-as apenas como amigas, sinto me inferior e até incapaz de me envolver com alguém do sexo feminino. hoje tenho alguns trejeitos e voz fina. Isso me incomoda muito! minha mãe essas dias disse que eu tinha trejeitos femininos e que isso podia não ter volta, me senti muito ofendido pois as poucas que estão a minha volta sempre insinuaram que eu sou gay. não quero ser assim no entanto não sei o que fazer, como procurar ajuda.. muitos falam em ter fé, falam em Deus... eu não tenho religião, não frequento igreja, enfim o que eu quero é poder ser alguém confiante da sua sexualidade, sem inseguranças de que é gay, ou inferior, incapaz. se alguém poder me ajudar eu agradeço muito, muito mesmo!

Anônimo disse...

Olá amigo, também passo por essa situação complicada, tenho 20 anos, não tenho religião, e quero ser hétero, também nunca fiquei com ninguém.

Anônimo disse...

oi galera, é muito complicado. Já fiquei com homens e com mulheres, na realidade viver em função das duas coisas é doloroso, tento na verdade sair disso tudo, mas cada vez que tento fugir mais esse mundo me cerca, o meu desejo do fundo do meu coração é que JESUS me ajude, pois nada nesse mundo estar sendo capaz de mudar minha mente, sofro muito é uma falsa felicidade onde não conseguimos construir o verdadeiro sentido da vida. tenho 23 anos e vivo isso desde criança, não entendo o porque começou isso em minha vida, mas entendo que tenho que aprender algo com tudo isso e um dia sair dessa vida horrível, é o mundo nojento onde só trás lágrimas. Tenho fé que um dia vou conseguir ser LIVRE, e viver com cristo. Mas a cura e a resposta só DEUS tem. Fiquem na paz.

Anônimo disse...

Quando minha filha tinha seus 14 anos disse que precisava falar comigo e disse que havia conhecido uma mulher na internet e que estava envolvida com ela. Confesso que fiquei anestesiada. Ela sempre foi feminina. No primeiro momento achei que deveria aceitar incondicionalmente, pois sabia que uma rejeição poderia até provocar um suicídio. Fiquei desesperada, contei pro meu marido e procurei uma psicologa que pudesse nos ajudar. Qual foi nossa surpresa que no decorrer do tratamento a psicologa nos orientou a deixar que ela namorasse com a garota e que a recebêssemos em casa. Eu estava fazendo terapia com outra psicologa e a minha psicóloga disse que era melhor ela parar de fazer terapia e que minha filha era uma adolescente e que eles passam por crises de identidade nesta fase, experiências homossexuais e as vezes as meninas tem comportamentos masculinos e os meninos comportamentos femininos e que até ai é o normal da adolescência. Por isso devemos ter cuidado ao nos precipitarmos nos nossos julgamentos, inclusive a própria pessoa não deve se rotular logo de cara. Bem, agora ela tem 16 anos e eu acabei vendo uma conversa dela no face com outra mulher. A minha decepção foi tão grande quando percebi que ela continua sentindo atração por mulher. Ela teve alguns "ficantes" homens até tentou namorar, sei que já teve ficantes mulheres, creio que sexo propriamente dito não, mas a situação está complicada. . Gostaria de ter mais fé, mas se as coisas não mudarem, sei que ela tem o direito dela. Quase não falamos no assunto, quando falamos acabamos brigando. Estes últimos dois anos foram os piores da minha vida, mas vendo o depoimento de todas estas pessoas, percebi o quanto é difícil para todos e quantos lutam para não sentirem o que sentem. No nosso caso, somos católicos (não praticantes) e descobri que foi na crisma que uma menina lésbica deu encima da minha filha pela primeira vez. Infelizmente o lugar que seria para passar valores cristãos, acabou estimulando para o homossexualismo. Só fico bem quando finjo que o problema não existe. Apesar da minha pouca fé, peço muita sabedoria para Deus nos guiar (todos os pais) e espero que Jesus possa ajudar todas estas pessoas que estão angustiadas com estes conflitos. Lembrem-se apesar de as vezes não aceitarmos a condição dos filhos que estão nesta situação acima de tudo rejeitamos o pecado, mas amamos o pecador, ou seja é dificil aceitarmos o homossexualismo dos filhos, mas os amamos no fundo do coração. Mil bjs em todos. Pra Deus nada é impossível.

Anônimo disse...

Olá pessoal! Fiquei feliz em encontrar este blog. Li todos os "desabafos". Realmente nos sentimos únicos, achando que só nós somos "diferentes", mas neste mundo tem milhares de pessoas nesta condição e eu também sou mais uma dessas. Hoje tenho 42 anos, casado, 2 filhos e tenho uma fortíssima atração por homens, mais precisamente por moços. E um detalhe, prego o evangelho e sempre me pergunto: Por que Deus me escolheu para esta parte em pregar? Talvez seja para que eu entenda melhor o que os jovens nesta condição passam, sei lá. Bom, luto constantemente contra isso e me sinto um "NADA" neste mundo e me odeio por isso. Vendo os comentários aqui neste blog, me animei um pouco, afinal tudo podemos Naquele que nos fortalece. E vou começar a confiar mais em mim daqui pra frente. E espero que um dia Deus possa me transformar! Abraços.

Anônimo disse...

muito feliz e triste vi que to sem limite já tive varias relações com homens e nunca com mulheres fui abusado por 2 vizinhos e um primo não lembro muita da minha infância devo ter tido vários traumas e apaguei da memoria to sofrendo ameaças de um cara que conheci na net ele falo que vai ligar em casa postar tudo que conversamos e fizemos na cam, Pensei em me matar mas não faço isso porque tenho muita fé. Hoje me animei para mudar meu jeito de ser quero ajuda obrigado vamos conseguir,

Anônimo disse...

Só Deus pode mudar a nossa história, que realmente quisermos. Creiam em Deus, leiam a Bíblia, façam orações e Deus é fiel para cumprir suas promessas em nós. Para Deus o que passou, passou, não importa. Vai importar o que você fará daqui prá frente e com Ele no barco, nada e ninguém irá afundar. Abraço forte a todos.

Anônimo disse...

eu sou infeliz assim prefiro a morte que ser assim,tenho 34 anos e perdi minha esposa,tenho um filho mas eu me engano e tento enganar as pessoas desde meus 15 anos,quando me transformei nessa aberração,hj estou solitario,mas meu filho mora comigo,mas sou solitario por que queria ter uma mulher mas não sou capaz de dar a ela todo o amor necessario,Deus vem me buscar e me levar pra longe daqui

Anônimo disse...

Tenho 30 anos, casado, 1 filha. Também tenho os mesmos desejos dos muitos aqui citados e experiências nada agradáveis de lembrar. E é realmente um alívio saber que muitos simplesmente são iguais a mim!
Pensando e lendo todos esses comentários, percebo que precisamos lutar, assim como o apóstolo Paulo lutou, permaneceu firme nas palavras de Jesus Cristo mesmo tendo um espinho na carne. Será que esse não seria nosso espinho na carne para lutarmos contra?
Difícil? É demais... Caí? Muitas vezes. Mas de uma coisa tenho certeza, NÃO VOU DESISTIR DE LUTAR! Querido, eu não te conheço, não sei quem você é, mas sei de uma coisa, a escolha é nossa, não de sermos isso ou aquilo, mas de vivermos isso ou aquilo.
Vou deixar aqui alguns passos.
Passos para uma vida feliz? Não sei, mas são os passos que tenho tentado seguir.
1. Receba Jesus Cristo em sua vida;
2. Leia a bíblia e fale com Ele;
3. Resista as tentações e observe que depois desses passos elas serão ainda maiores;
4. Você vai cair, mas o segredo está em levantar.
5. Desistir, suicidar, "se jogar no homossexualismo" não trará a paz, na verdade, nunca encontraremos paz aqui na terra, "no mundo passareis por aflição, mas tenha bom ânimo, Eu (Jesus Cristo) venci o mundo".
Minha oração hoje é a seguinte: Senhor Jesus, eu sei que me amas (acredite nisso, a escolha em acreditar é sua) e que ama a todos os que postaram aqui e aqueles que não tiveram coragem, mas ainda assim, o Senhor nos ama, não há cura "instantânea", mas há crescimento e vitória dia após dia e é isso que te peço, vitória em Cristo dia após dia! Peço libertação pra todos nós em nome daquele que derramou seu sangue na cruz: Jesus Cristo. Amém.
Se alguém quiser se juntar a mim nessa luta para JUNTOS LUTARMOS CONTRA O HOMOSSEXUALISMO entre em contato: liberdadediaaposdia@gmail.com

Anônimo disse...

encontro-me Indeciso do que eu realmente sou.as vezes sou contra o homossexualismo e outras vezes nao. nao consigo formar relações com mulheres mas eu quero formá-las. as vezes tenho vontade de me tornar como um amigo para ter aquela facilidade em conseguir uma mulher. as vezes na minha mente formam-se imagens porcas do homossexualismo. eu nao quero isso para o meu futuro. por favor. deus me salve

Anônimo disse...

encontro-me Indeciso do que eu realmente sou.as vezes sou contra o homossexualismo e outras vezes nao. nao consigo formar relações com mulheres mas eu quero formá-las. as vezes tenho vontade de me tornar como um amigo para ter aquela facilidade em conseguir uma mulher. as vezes na minha mente formam-se imagens porcas do homossexualismo. eu nao quero isso para o meu futuro. por favor. deus me salve

Rafa Rodrigues disse...

E ae meu povo blz? Meu nome é Rafa, e tenho 22 anos. Seguinte eu acho que aqui muita gente passa pela mesma situação que eu. No meu caso, sou puramente homossexual. Não tenho nem 1% sequer de atração por mulheres, nem nunca tive. Se me verem, vão me achar um cara normal, como qualquer outro. Não tenho nenhum problema em ser homem, pelo contrário. Tenho jeito de menino, me visto como um, etc. Nunca sofri abusos de qualquer tipo. Embora meu pai tenha ido embora quando eu tinha 8 anos, acho que não existe mais nada nesse mundo que possa ter me influenciado a ter atração pelos meninos, ao invés das meninas.
Muitos já vieram me dizer que eu sou assim pq não tive uma figura masculina na minha vida, mas eu sinceramente acho que isso não tem nada a ver '-'
Eu não vejo meu pai como um modelo, nem exemplo. Não pq ele seja ruim. Ele tem os erros dele e tals, mas isso nem conta. Eu só não tenho vontade de ser que nem ele. Me considero extremamente diferente tanto do meu pai, quanto da minha mãe.
Mas voltando a falar da homossexualidade, eu acho que vai me causar problemas por toda a minha vida. E eu como a maioria aqui, frequento igreja, sei da biblia e de Deus. Frequentei por muitos anos a igreja presbiteriana. Não tenho nada contra ela. Acho uma igreja honesta, os pastores não são ladrões, não tem interesse politico nem social, e não tentam atrair seus membros por entretenimento.
Mas sinceramente eu não consigo mais ir pra igreja... Toda fez que eu vou, levo uma facada. Sinto uma aflição terrível.
Tem a ver com a homossexualidade é claro. Eu acho que esta vai me trazer (e já esta me trazendo) muitos problemas em toda a minha vida. Além disso tenho problemas mentais tb, como tdah (Transtorno e deficit de atenção e hipeatividade), ansiedade, sou narcisista e megalomaníaco. Isso associado à homosseualidade, somado com o fracasso na minha vida acadêmica, ao que tenho ouvido na igreja, e as conversas que tenho tido com a minha mãe são um peso muito grande pra mim. Eu só consigo ter atração pelos caras mais ou menos proximos da minha idade, que tenham um fisico bonito (malhado de academia), se vistam bem, sejam inteligentes. E isso é muito raro...
Eu tento ser desse jeito, pra poder me equiparar ao nível deles. Por isso eu acho que não vou ser feliz. Além de, claro, devamos citar o fato de que se eu continuar assim, se o que eu escuto na igreja e a bíblia forem verdades, quando eu morrer, vou arder eternamente no fogo do inferno (Penso desse jeito pq é dito isso muitas vezes isso na bíblia. Jesus mesmo fala do lado de fogo, ainda mais naquela parábola do jovem rico, em que ele fala com Jesus do inferno, e pergunta se ele pode molhar sua língua com uma gota d'água, e Jesus diz que nem isso vai ter... Fora outras coisas né, não vai ser só o banho de lava eterno, as sombras, aflições, conviver junto com os demônios e o diabo. As pessoas que forem pra lá vão sofrer, chorar, gritar e agonizar para todo o sempre, e não vai mais ter ninguém pra ouvir.)
(CONTINUA...)

Rafa Rodrigues disse...

(Continuação)
Enfim, todo dia eu penso que esse vai ser o meu destino. Fico com raiva de Deus, pq ele me deixa ser assim. Já cansei de pedir pra ele me ajudar, mas sinto que ele não tá muito aí pra isso. Eu sei o que ele quer de mim. Quer que eu fiquei com uma mulher, ou sozinho. Mas sinceramente eu não quero isso pra mim tb. Estou no meio de uma encruzilhada. Não sei qual é o pior dos 2.
Mas apesar de tudo isso, algo em mim me diz que eu ainda sou jovem, e me dá esperança de que esse problema um dia vai se resolver, e eu vou voltar a sorrir pra vida. Só espero que num futuro bem próximo, todos nós olhemos pra esses problemas e demos risada das besteira que fizemos na nossa juventude. Algumas coisas desse tipo já aconteceram comigo.
Enfim, eu só queria dividir essa experiencia com vcs, e também, pedir a oração dos que tem fé. Vai que Deus ouve vcs e muda a minha situação... Eu sinto muito não poder fazer o mesmo por vcs, pq eu não consigo mais orar, nem ir pra igreja, nem ler mais a bíblia. Sò de lembrar que essas coisas existem me dá vontade de nunca ter nascido... Mas vou ficar torcendo por todos que sofrem por esse problema, pq não é nada fácil. Só quem realmente passa é que sabe das aflições, e dificuldades que isso traz pra vida de um ser humano. Ainda mais se tratando de uma questão tão intima, pessoal e essencial na vida de qualquer ser humano: a sexualidade.
Eu queria dizer também que aqueles que acham que vão acabar com o sofrimento se matando, ou apelando pras drogas, cigarro, bebida, etc. Não o façam. Eu nunca precisei fazer isso pra saber que não é a melhor solução. Enquanto ainda estamos vivos, com saúde e sóbrios, a gente tem que tentar encontrar uma solução, e acreditar que ela existe. Senão, eu nem sei o que será de nós...
Abraços, fiquem em paz :)

Anônimo disse...

Gostaqria de parabenizar o blog ,pois joga a real situação do homossesualismo a solidao e a depressao vou orar por todos que deixaram seu relato nao esquecam forca e fé.

Anônimo disse...

Sou hetero e tenho 32 anos. Namoro um homem há 03 anos, ele tem 39 anos. Há menos de um mês nossa casa ficou pronta e fomos morar juntos. Mexi em seu computador e descobri que ele mantinha contatos com homens e falei com ele a respeito. Eu quis acabar com o nosso relacionamento. Ele ficou desesperado, me pediu perdão de joelhos e disse que não ia mais acontecer. Queimou o seu computador e pediu que eu o ajudasse, que ele queria e quer a todo custo manter nosso relacionamento. Pediu que eu o levasse para a igreja, pois queria buscar o perdão de Deus e o meu. Eu fiz e estou fazendo, o ajudando, mas não estou conseguindo o perdoar. Estamos sofrendo muito juntos, mas temo em deixa-lo e ele fazer alguma besteira. Será que vou conseguir esquecer as coisas que vi, será que ele vai esquecer essa vontade homo e vamos ser felizes?

Anônimo disse...

Boa noite gente. Estou no mesmo barco, mas posso dizer é matar um leão a cada dia. Mas depende de você, pois a cada vez que você cede ao prazer da carne seja pela masturbação ou sexo, vc se sente mais vulneravel e fraco... tem 5 anos que nao faço sexo, 3 meses que nao me masturbo. Nem por isso nao sinto desejo de transar com homens, sendo que existem pessoas da minha convivencia semanal que estao se insinuando pra mim, pessoas com o perfil que eu gosto... Só que o medo de desagradar a Deus é maior que o tesão de fazer o que nao devo... tenho muita temencia á Deus e sei que ele cuida de mim em todos os instantes. Ja teve situações inevitaveis que acabariam em sexo, e Ele entrou com providencia. Nunca se envergonhe de pedir a Deus pra tirar de você tal sentimento ou situação, pois se crê acontecerá. Fale com Deus que vc quer fazer sexo com outro homem mas isso ta errado e que vc nao tem forças pra evitar mas que Ele pode fazer qualquer coisa pra te livrar. clame, ore! Aprendi nesse tempo que dormir só de cueca, ou short de seda, etc. Te faz sentir desejos a noite e sonha com sexo tb. evite dormir "confortavel" demais. isso pelo menos funciona comigo. Eu por exemplo durmo de calça tactel. Quando o tesao vier e vc tiver de frente ao pc. pense e fale com todas as palavras NAO!, que voce possa ouvir o que saiu de sua boca. se vc conseguir se controlar, ficara feliz dmais!

Anônimo disse...

Rafa Rodrigues, gostei muito da sinceridade de teu coração partilhado. Acredito piamente que muito mais do que eu, Deus mesmo gostou de escutar tua sinceridade de alma. Sim! Ele NÃO te condena. Sim! Ele te ama como você é. Ele conhece a tua história, meu irmão. Ele conhece a nossa história. Tenho aprendido em minha vida que o que mais alegra o coração de nosso Deus é a humildade, que se manifesta pela SINCERIDADE de uma conversa entre amigos, entre o meu coração e o coração de Deus. Amigo Rafa, Ele é amor e é apoiado nesta verdade ontológica de Deus que afirmo: como Ele está feliz em tocar na sinceridade de teu coração!!! Amigo, seja SEMPRE sincero com Ele. Ele é pedagógico e se inclina a nós. Ele se mistura conosco, pois quer nos amar, pois quer nos dar uma vida nova, fazendo-nos nascer do Alto. Paciência, meu irmão. Volto a afirmar: como Deus se alegra ao escutar uma partilha de um coração sincero!!! Ele te ama muito!!! Saiba que a sinceridade de teu coração deixa o bom Amigo Jesus bem feliz!!! "A menor intenção de ser melhor já é amor". Que Deus o abençoe! Unidos em oração (que é, simplesmente, partilha de um coração a outro coração). Força!!!

Anônimo disse...

Quero louvar e bendizer o Santo Nome do Senhor, por meio de Sua Mãe Santíssima, pelo dom da vida do criador deste blog, que foi dócil à suave voz do Santo Espírito e se deixa conduzir por Ele, para que muitos possam fazer uma autêntica experiência de amor e, consequentemente, de profunda cura na área da sexualidade e afetividade. Eu sou um desses que estou sendo profundamente tocado e curado pelos textos divulgados e, principalmente, pela partilha da luta de nossos irmãos. Obrigado a cada um que, corajosamente, expõe a nós o mais rico tesouro que têm: vossa vida, vosso coração.

Amados, antes de partilhar um pouco sobre minhas lutas, sinto a necessidade de pedir perdão, pois, mesmo padecendo do mesmo mal, ainda julgo a postura, o comportamento de irmãos e irmãs. Muitas vezes não tenho um olhar misericordioso, de compaixão, mas ajo com rispidez, indiferença, desdém. Perdoem-me!

Percebi hoje (11/04/2014) que, quando ajo da maneira acima descrita, na verdade, estou projetando nos outros as raivas que tenho de mim mesmo por ter desejos, imaginações, pensamentos luxuriosos com outros homens.

Desde muito novo (6/7 anos de idade), acho que ainda nesse momento é algo normal no desenvolvimento de uma criança, sempre me chamava a atenção o volume na calça de um homem, tinha curiosidade de ver o que estava por detrás.

Quando tomava banho com o meu pai, ele sempre arregaçava meu pênis para limpar, “tirar o sebo” (como ele afirmava), mas esse ato doía muito. Hoje, com 34 anos de idade, percebo que eu, naquele tempo, sentia-me violentado com a postura de meu pai em relação a mim.
Fui crescendo com o sentimento de que eu gostava mais da minha mãe que do meu pai, pois minha mãe sempre foi mais presente em minha vida, uma vez que meu pai passava o dia no trabalho e, quando chegava a casa, não podíamos nos danar, pois ele estava cansado e ele sempre foi pavio curto – qualquer coisa que saísse do esquema dele, ele agia com grosseria – até hoje é assim.

Não tenho meu pai como referencial de homem (no sentido afetivo do termo), pois ele, mesmo eu sabendo de seu enorme coração (a essência de meu pai é boníssima, isto é pacificado em mim, pois há 3 anos trabalho com ele, e isto está me ajudando bastante nesse processo de cura de minha sexualidade e afetividade), é muito grosseiro, estúpido, machista, cria coisas que não existem – ao ponto de, em um de seus momentos de brutalidade, afirmar para minha mãe que não sabia se os quatro filhos eram dele. Mesmo com sentimentos ainda feridos em relação a ele, eu o amo muito e, pela graça de Deus, estou tendo esse tempo de convívio mais longo, recuperando os tantos anos que eu senti a sua ausência (aqui saliento que senti muito a falta dele na minha colação de grau na universidade. Entendo as razões de ele não ter ido, mas senti muito a sua ausência, pois foi um momento muito singular em minha vida). Continua

Anônimo disse...

Quando eu tinha 12 anos, brincando uma vez com um rapaz que trabalhava lá em casa, pedi para que ele baixasse o calção, ele baixou e disse que eu podia pegar no pênis dele. No momento que ele falou aquilo, eu tentei disfarçar que não queria, mas, na verdade, eu queria e de fato peguei. Senti o pênis dele em minhas mãos e foi uma sensação de prazer. Até o momento nunca tinha gozado, não sabia nem o que era.

O “troca-troca” então começou a ficar mais constante. Eu pegava no dele, e ele pegava no meu – na verdade eu pegava na mão dele e fazia ele pegar no meu pênis. Numa dessas vezes, senti meus olhos turvarem de um prazer que nunca tinha sentido antes... Fui ao meu quarto e foi quando eu gozei pela primeira vez. O prazer que eu senti naquele dia foi algo que nunca havia sentido antes, foi uma sensação física extremamente prazerosa.

Com esse rapaz, eu com 12 e ele com 16/17 anos de idade, fui introduzido na pornografia. Alugava filmes pornográficos, quando ficava sozinho com ele em casa nas vezes que meus pais e irmãs saíam.

Gostava de ver o pênis dele e pegar e gostava também de mostrar o meu para ele. Gostava quando ele percebia que eu estava com o pênis duro sob a calça. Ele tocava no meu pênis e eu tocava no dele. Ficou nisto.

Sou católico e, mesmo em minha inocência pueril, sabia que o que fazia com esse rapaz era pecado. Com muita vergonha, cansei de confessar esse pecado ao padre.

Algo que hoje percebo com mais nitidez é que eu sempre achei meu pênis pequeno, mesmo sabendo que ele tem tamanho normal. Acho que em meu inconsciente também quero ver o pênis de outro homem para medir com o meu.

Sinto-me inseguro como homem, em matéria de relacionamento com pessoas, principalmente, com outros homens. Não me sinto à vontade em esportes coletivos. Quando estou com outros homens sinto que quero competir com eles, mas, para minha tristeza, sinto-me sempre derrotado por eles. Continua

Anônimo disse...

Depois que esse rapaz foi embora de casa – meus pais até hoje não sabem o que aconteceu entre mim e ele – fiquei na masturbação e, quando conseguia ficar sozinho em casa, alugava filmes pornográficos para assistir.

O tempo passou... Com 19 anos de idade perdi a virgindade com uma colega da faculdade. Passamos a ter relação sexual com frequência. Era prazeroso, mas confesso que quando penso em orgasmo nenhum se aproxima do forte que tive em meu primeiro gozo da vida.

Na época de faculdade, conheci garotas com as quais tive relação sexual.

Depois de uma depressão que tive aos 23 anos, o desejo em ser tocado e tocar outros homens voltou mais forte. Comecei a entrar em bate-papos, em que conversava com outros caras, a imaginação fluía, mas o assunto nunca era sexo (penetração) homo, mas “ménage a trois” ou punheta a dois.

Já recebi oral de outro homem, mas isto nunca foi meu forte.

O que me assola ainda hoje é o desejo de ver, de sentir o pênis de outro homem, de mostrar o meu pênis, de punhetar com outro homem. Perceber que um homem está excitado, ver o volume dele sob a calça, para mim é muito tentador.

Estou evitando ir à praia, pois, quando vou, tenho vontade de ficar olhando para o volume da sunga de homens, imaginado como seria se eu pudesse tocar e se ele tocasse no meu.

Não é qualquer homem que me chama atenção, mas os tipos normais, que não desmunhecam, que não falam fino, que não têm qualquer trejeitos... Homens de postura viril, másculos.

Para finalizar, quero dizer que quando tinha sonhos eróticos com outro homem e acordava “melado”, sentia muita raiva de mim. Também ficava com muita raiva, quando acessava sites pornográficos gays e me masturbava.

Aprendi que quando sonhava com outro homem, na verdade, estava sonhando comigo mesmo. O outro homem representa para mim características que tanto desejo para minha pessoa e que ainda não consigo vislumbrar com nitidez em meu ser: segurança, virilidade (pênis grande)...

O caminho de mergulhar para dentro de si é muito cansativo. Sozinhos, nós não conseguiremos, pois nos deparamos com nossos “monstros”, com nossas profundas dores ontológicas, e isto nos fragiliza, nos vulnerabiliza, nos sensibiliza. Muitas vezes, inclusive, nos escandalizamos com nós mesmos... Todavia, em Deus e com a intercessão da Sempre Virgem Maria, conseguiremos seguir firmes na integralização de nossa história, em que nosso querido Jesus vai, à medida de nossa adesão sincera a Sua vontade, ordenar no amor tudo o que já vivenciamos.

Para nós, sair da superficialidade da vida e mergulhar em nossa verdadeira essência (ser imagem e semelhança de Deus, que nos criou homens) é impossível; mas para Deus TUDO é possível!!!

Amigos, estamos juntos nesta luta! Unidos em oração!

Deus nos abençoe e a Virgem Maria nos proteja! Amém!

Anônimo disse...

Graça e Paz!! Gostei muito da matéria, pois, apesar de todos aqui falarem em Deus, essa matéria não me diz que vou para o inferno por causa de minha orientação sexual, mas diz as possíveis causas...Gostei muito!! Parabéns ao blog pela iniciativa!!! Á todos....Bom, percebi que tem mesmo poucas lésbicas aqui a fim de se curar. Na verdade, na minha opinião, não existe "cura" propriamente dita. Tenho 36 anos e admiti que havia algo de errado comigo há dois anos atrás, quando admiti, parece que tudo se tornou mais dificil, sou casada, tenho dois filhos lindos, um esposo amoroso. Contei a ele do problema este ano, porém, ele não entendeu muito bem e começou a fantasiar, isso me atrapalhou um pouco, pois, faz pouco tempo que decidi realmente me abster dos desejos homossexuais, não estavam fazendo bem pra minha vida, e cada só piorava... Não é fácil, mas, sei que é algo que não se muda, se aprende a conviver, como uma AIDS, por que se dizer cancer, cancer mata... gosto da vida, de curtir meus filhos, meu marido, o sexo com ele está parado agora, pedi a ele um tempo, ele disse que posso ficar longe dele o tempo que for necessário... tenho orado, jejuado, e como disse um rapaz aqui, esse problema tbm é problema espiritual, mas, não é só isso, por que o diabo atua na area em que somos mais fracos, só isso, se vc fosse hetero, ele atuaria na vida de outras maneiras com certeza..... pecar, todos pecam, não tomem a masturbação como algo que vai levar ao inferno, por que não só tem isso de pecado, muitas pessoas que são hetero vão para o inferno por outros motivos, com toda certeza....então, se cair, dia seguinte levante...não corra atras de pedir a ajuda a Deus pra não pecar nesse sentido, mas criemos um relacionamento com ele sabe...dia a dia e aquilo que te deixa triste, te afasta de Deus aos poucos vai se distanciando de sua vida.... é impossível não pecarmos em nossa fraqueza, mas é possível sim criarmos um relacionamento com Deus.... nunca me envolvi com uma mulher, já muitos momentos de medo do meu futuro, pois, não é algo que quero pra minha vida, DE JEITO NENHUM...quero ver meus filhos crescerem, constituir família, ter netos, participar ativamente ao lado de meu esposo, mas, entrego a Deus....minha orientação sexual não fala mais alto, TEMOS O LIVRE ARBÍTRIO...E pra tudo se tem um jeitinho brasileiro: posso estar até sendo infantil, mas pensem comigo, vcs homens homossexuais que não querem viver uma vida homossexual, vcs não estão destinados a ficar sozinhos pra sempre gente, tem inseminação artificial, podem ter filhos, podem ter parceiras amigas, sim, isso mesmo, Deus pode dar pra vocês, uma companheira compreensiva, que esteja disposta a ajudar, da maneira que for possível, que queiram o melhor de vocês, que é o caráter, a honestidade, o carinho, a atenção.. A VIDA NÃO É SÓ SEXO...EXISTE UM MUNDO DE POSSIBILIDADE LÁ FORA...mas o primeiro passo é aceitar a condição....eu aos 36 anos, casada, com filhos, assumi para a familia , poucos amigos e principalmente meu esposo, familia não ajuda sempre, mas, sempre tem dois ou tres que irão ajudar, não se envergonhem de sua orientação sexual, mas, para o MESMO PROBLEMA EXISTEM MANEIRAS DIFERENTES DE AGIR..o segredo é não aceitar a condição e deixar a vida a passar, sem ao menos tentar ser Feliz com o que tem, afinal, vocês não estão prestes a morrer de um câncer. Deus abençoe cada um de vocês e lembrem-se "Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu filho único, para que TODO AQUELE QUE NELE CRER NÃO PEREÇA, MAS TENHAM A VIDA ETERNA" Fiquem em Paz!!!!!

Anônimo disse...

Querida mãe,
Pena que só achei este blog agora , e tomara que VC veja meu post.
Seu filho de dez anos de uma criança. Ele viu em sites ou vídeos alguém fazendo isso e foi reproduzir. Não quer dizer que ele é gay, nem ao menos que ele tenha ideia do que estava fazendo. Meninos e meninas brincam, isso mesmo brincam de fazer essas coisas, mas VC como adulta precisa saber medir suas reações e não traumatizar seus filhos.
Se houvesse uma grande diferença de idade entre eles, VC deveria se preocupar, mas no caso, dois anos, era apenas brincadeira de criança. Procure especialistas em educação infantil, sexualidade ou psicólogos e todos vão corroborar o que te digo.
Uma pena que VC não tivesse conhecimento o suficiente para evitar humilhar seu filho tanto assim.
País, o menino brincar com outro menino, ou a menina com outra, desde que não haja uma diferença de idade maior que dois ou três anos, não é indicação de homossexualidade. Não passa nem perto....o papel dos país em um caso desse é de orientar, conversar...existem muitos homens com problemas sexuais como ejaculacao precoce, disfunções diversas, que no consultório psicológico descobrem serem frutos de traumas como esse que essa mãe , inocentemente, causou no filho.

Anônimo disse...

Aos cristãos/evangélicos com atração pelo mesmo sexo, pensem muito bem se o chamado de vocês não é o celibato. Tenho certeza de que Jesus aprova 100% o celibato, já que Ele mesmo viveu o celibato por toda a sua vida. :) A atração pelo mesmo sexo nada mais é que um espinho na carne, e espinhos na carne têm a função de aperfeiçoar o poder de Deus nas suas fraquezas. Deus Pai, Deus Filho, isto é, Jesus, e Deus Espírito, isto é, o Espírito Santo, criou vocês e ama vocês! :P Estudem a Palavra, para não serem enganados! E contem sempre com Jesus, por meio do Espírito, para resistirem à cobiça homossexual e ao relacionamento homossexual, pois ambas as coisas têm um único objetivo: afastarem vocês de Deus. O Espírito é poderoso para fazê-los resistir! :P E lembrem-se: constância! A atração pelo mesmo sexo, provavelmente, continuará por toda a vida de vocês; já o Espírito não só continuará por toda a vida dentro de vocês, mas também por toda a eternidade dentro de vocês! :D Quando pecarem, jamais deixem de se voltarem a Deus, em arrependimento e abandono do pecado, ok?! Tenham bom ânimo, pois Jesus venceu o mundo, e vocês também vencerão! *-*