sexta-feira, 15 de abril de 2011

Homossexualismo na adolescência

Introdução:
Este é um assunto muito discutido há um bom tempo. E a mídia (programas de televisão, novelas, filmes ...) tem sido utilizada para tratar deste assunto dentro da sociedade de forma que deixe de ser algo diferente para as pessoas e se torne natural. Mas, o que você sabe sobre este assunto? (deixe cada um falar)
Desenvolvimento:
Começaremos a falar deste assunto passando alguns conceitos: Homossexualidade: é o atributo, a característica ou a qualidade daquele ser que é homossexual (grego homos = igual + latim sexus = sexo) e, lato sensu, define-se por atração física, emocional, estética e espiritual entre seres do mesmo sexo. Transexual: é um indivíduo que possui uma identidade de gênero oposta ao sexo designado (normalmente no nascimento). Ele não aceita o seu corpo e tenta de alguma forma mudá-lo para se parecer com o sexo oposto. (ex: Homem que faz cirurgia para mudança de sexo) Drag queen (homem que se veste como mulher) e Drag king (mulher que se veste como homem): são pessoas que se mascaram como sendo do sexo oposto, fantasiando-se com o intuito geralmente profissional de fazer shows e apresentações, na maioria das vezes e boates e bares GLBTT, de cujo movimento fazem parte. Bissexualismo: consiste na atração física, emocional e espiritual por pessoas tanto do mesmo sexo como do oposto, com níveis variantes de interesse por cada um, e à identidade correspondente a esta orientação sexual. A adolescência é uma fase de muitos questionamentos a respeito da vida. Por isso, é tão importante buscarmos a Deus e à sua vontade que é boa perfeita e agradável (Rom 12:2). Na palavra de Deus encontramos a resposta para muitas perguntas que surgem na nossa mente. Então vamos ver o que a bíblia diz sobre este assunto. Em Gênesis 2 é descrito a criação do homem. Deus viu que o homem estava só e criou-lhe alguém que seria como que sua outra metade, para lhe fazer companhia e se casarem. Deus fez a mulher com características genéticas e fenotípicas diferentes do homem.
Em Gênesis 17:22 e 19:1-11, 24-25, conta a história de Sodoma e Gomorra, neste mostra como os homens estavam cometendo pecados graves. E no capítulo 19:5 fala na história de Ló que lê recebe anjos em sua casa e os homens de Sodoma queriam ter relações sexuais com eles. Em Lev 18:22 e 20:13 vemos que a pessoa perdia a vida se ela tivesse relação homossexual. Em Rom 1:26-27 Paulo fala que os homens e as mulheres mudaram as suas relações naturais pelas contrárias à natureza., e Deus entregou o castigo merecicido por todos os seus erros. Em I Cor 6:9-10 a bíblia faz uma separação entre efeminados (Malacoio – relação sexual de forma passiva) e os sodomitas (relação sexual de forma ativa) e diz que os que praticam tais coisas não herdarão o reino de Deus. Em I Tim 1:9-10 e em Judas, deixa clara a sua idéia a respeito da homossexualidade. Como vimos, Deus fez o homem e a mulher diferentes para juntos constituírem uma família e terem filhos. Cada célula do ser humano possui 46 cromossomos, exceto as germinativas que possuem 23 cromossomos. Ao conjunto organizado desses cromossomos denominamos de cariótipo. As mulheres possuem cariótipo 46,XX e os homens 46,XY. O estudo do cariótipo permite, além de saber o sexo genético do paciente, identificar se ele é portador de alguma anomalia genética resultante de um desbalanceamento de seu conjunto de cromossomos. Um macho homossexual e um macho heterossexual têm a mesma ordem cromossômica. Uma fêmea homossexual e uma fêmea heterossexual têm a mesma ordem cromossômica. Não existe uma raça homossexual (até mesmo porque não haveria procriação). É homem ou mulher por determinação genética, e homossexual por imposição ou preferência. (Fonte: Revista Cristã, 2008). Diante destes argumentos, para você, por que existe o homossexualismo? Por que alguém se torna homossexual? (deixe cada um falar, dar exemplo de alguém que conheça...)
O homossexualismo é um comportamento adquirido que foi influenciado por fatos e circunstâncias que ocorreram ao longo da vida ou na infância de uma pessoa. Não pode ser resumida a uma única causa, mas é desenvolvida por múltiplas razões, como por exemplo:
- Influência: pela necessidade de ser aceito e de se auto-afirmar, o adolescente experimenta “aventuras” das quais muitas vezes não consegue se livrar depois. Ex: drogas, relações sexuais, homo ou bissexuais...
- Abuso sexual: cada um reage de uma forma diferente a um trauma e uma das conseqüências disto pode ser o homossexualismo.
- Inveja: ao se comparar com indivíduos do mesmo sexo buscando o padrão estabelecido pelo mundo, associado à insatisfação consigo mesmo e ao complexo de inferioridade, pode-se surgir a atração física homossexual.
- Sexualidade prematura: A exposição prematura a cenas eróticas ou obscenas pode distorcer a sexualidade da criança.
- Apelidos e rótulos: Apelidos são ministrações que fazemos na vida das pessoas sem percebermos, e isso, pode gerar dúvidas quanto à sexualidade. Ex: maria-joão, boiola, gay, viadinho ...
- Família: A falta de referência de pai ou mãe na vida de uma criança, ou a forma como ela é criada são muito significativas na determinação de sua identidade sexual.
- Dependência emocional: O adolescente, na necessidade de ser aceito, amado, receber afeto, se entrega totalmente a amizades que podem constituir laços tão fortes ao ponto de despertar sentimentos e atração pela amiga ou amigo com quem convive. Aí estão exemplos que podem ser realidade na vida de vários adolescentes que conhecemos. Mas como ajudar e demonstrar o amor de Deus por estas pessoas? Há um primeiro passo que é fundamental: não termos preconceito e nunca fazermos brincadeiras em relação a esse assunto. O que é preconceito? (deixe cada um falar) Preconceito é um juízo preconcebido, manifestado geralmente na forma de uma atitude discriminatória contra pessoas ou lugares diferentes daqueles que consideramos nossos. Quando agimos com preconceito afastamos as pessoas porque transmitimos rejeição, falta de amor, não aceitação ... O homossexualismo é um estado em que a pessoa se encontra. Esta pessoa foi criada por Deus, assim como toda a humanidade. Ela precisa de Deus, de conhecê-lo verdadeiramente e de ter a oportunidade que nós tivemos um dia, de reconhecer a Jesus como único Senhor e Salvador de sua vida e ser salvo, restaurado, liberto e lavado pelo sangue de Jesus. Mas o que você acha que é preciso para uma pessoa deixar o homossexualismo? Você acha que é fácil? Você conhece alguém que passou por isso? (Deixe cada um falar) Devemos lembrar que o homossexualismo é conseqüência de situações vividas no passado. Cada indivíduo é único e tem uma história diferente. Não há como resolver o problema se não encontramos a causa. É preciso descentralizar o homossexualismo e descobrir o que causou o seu desenvolvimento. E então tratar a questão sexual juntamente coma origem do problema.
O processo de restauração pode ser resumido em alguns passos básicos:
1- Reconhecer o estado em que se encontra e que precisa de ajuda.
2- Acompanhamento com dedicação e amor.
3- Conhecer a Deus e discernir sua verdadeira identidade.
4- Romper com os elos que o ligam à homossexualidade.
5- Tratar as causas e as questões sexuais atuais (desejos, pensamentos. Práticas...).
6- Viver relacionamentos (amizades) saudáveis.
7- Trejeitos ou comportamentos que não condizem com o seu sexo.
8- Depois de todo o processo e de plena convicção da restauração, o adolescente está pronto para começar a sentir atração pelo sexo oposto. Mas isto não deve ser imposto, é com o tempo.

Conclusão: Não se trata de um processo instantâneo que se resolve com uma simples oração de libertação. É um processo gradativo que precisa de oração diária, aconselhamentos, perseverança. É preciso renunciar o próprio eu, liberar o perdão a quem causou os traumas e resistir às tentações. Como vimos o primeiro passo é reconhecermos que precisamos de ajuda. (Rom 3:23; Jo 16:8) Deus é amor e também é o nosso libertador, restaurador, transformador, é o que sara as nossas feridas, cura-nos dos traumas, e cuida de nós a cada dia. Não é um processo fácil e nem rápido, mas temos que crer na sua palavra que nos fortifica para vencermos. II Co 5:17 É preciso contar com alguém em possa confiar e que tenha condições de ajudá-lo com amor neste processo. A ferida deve ser curada de dentro para fora para que haja completa cicatrização, por isso, Deus começa a tratar-nos a partir das causas. Temos que estar com o coração aberto para Deus agir, operando a sua vontade em nós e o seu poder transformador.
http://migre.me/4fudw

2 comentários:

Mats disse...

Mais um bom texto. Estás em alta.

Deus te abençoe.

Jorge Victor disse...

Umas das causas do comportamento homossexual que eu acredito é frustraçõea afetivas com o sexo oposto principalmente adultério. Uma vez eu ouvi um caso de um homem que ao ser traído pela esposa não quis mais saber de relacionamento com mulheres e passou a ter relaciomentos com homens e tem a história que eu ouvi de um colega de trabalho que tinha uma amiga que foi lésbica, ela se tornou lésbica por uma frustração de um relacionamento não corespondido mas um dia ela se encontrou com o rapaz que desejava namorar ele aceitou namorar com ela que deixou o lesbianismo de lado.