Grupo Atração Indesejada WhatsApp

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Os homossexuais também são filhos de Deus

A prática do homossexualismo e do lesbianismo são desordens no plano de Deus. A tendência de procurar a pessoa do mesmo sexo tem raízes de ordem educacional. Não há nenhuma comprovação médica de que o homossexualismo seja fruto de uma disfunção glandular.

Ninguém nasce com a tendência ao homossexualismo, mas que este desequilíbrio se desenvolve na criança ou no jovem por problemas familiares (separações, brigas, etc.), obsessão da mãe pelo filho, desinteresse e grosseria do pai, forte insegurança, experiência sexual fracassada ou traumática na adolescência, educação sexual mal conduzida, e muitas outras causas.

A experiência tem mostrado que muitos jovens se tornam homossexuais por alimentarem a mente com pornografia homossexual, ou por terem experimentado o homossexualismo uma só vez para ver como é e acabaram se viciando.

Alguns homossexuais chegaram a confessar que começaram por curiosidade e depois não puderam mais parar. Mas não é o fato de a pessoa ter tido uma única experiência sexual com outra do mesmo sexo que a torna homossexual. Muitos jovens que, na infância, passaram por uma experiência assim puderam se tornar pessoas heterossexuais, casadas e levando uma vida normal.

Não se deve manter o menor preconceito contra essas pessoas. É falta de caridade cristã debochar deles, dar-lhes apelidos pejorativos e degradantes, ou zombar deles.

São seres humanos, filhos de Deus e nossos irmãos. Na verdade esses jovens travam uma terrível batalha; a mais solitária que exista talvez. Às vezes são desprezados pelos amigos, pela própria família, e até pelos pais. É como se fossem um cordeiro separado do rebanho, ferido e abandonado, necessitando de ajuda.

A tendência ou a tentação ao homossexualismo não é pecado, mas se torna pecado se houver o consentimento e a prática do ato sexual com pessoas do mesmo sexo.

A condenação da Bíblia e da Igreja à pratica do homossexualismo é expressa, desde o Antigo Testamento: “Não te deitarás com um homem como se fosse uma mulher: isto é uma abominação” (Levítico 18,22). São palavras claras, pelas quais Deus classifica a prática do homossexualismo como uma abominação. No Novo Testamento o homossexualismo também é condenado.


(Texto baseado no livro: Jovem, levanta-te, Professor Felipe Aquino)

2 comentários:

Anônimo disse...

parabens ao criador desse blog!
eu tambem estou nessa luuta!
é como se eu tivesse que lugar contra eu mesmo!
é muito difiçil, as vezes acho que é imposivel, mas quando entro aqui por um momento vejo a esperança. e isso é tudo.
obrigado.

Anônimo disse...

Digo o mesmo, parabens
eu tambem estou nesta luta infernal, parece que há uma pressão psicologica "invisivel", em um momento vc acha que esta tranquilo que não existe mundo gay, enum outro momento vem um pensamento de que tem que ter relaçoes com homem... Geralmente me relaciono com mulheres para na acontecer isso...a sensação que tenho é de que meu corpo não precisa mais de ter relaçoes com homem quando termino de me relacionar com mulher...sempre quando acontece isso(depois do prazer "completo", me dá uma tristeza como se eu nao fosse completo mesmo mesmo que esta mulher fosse minha esposa.